Baía da Horta 6 (bh-006): um provável naufrágio americano do século XIX

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

15 Downloads (Pure)

Abstract

No âmbito dos trabalhos arqueológicos levados a cabo pelo CHAM no quadro do Projecto “Dragagem da bacia de manobras do terminal de passageiros do Porto da Horta, à cota de -8.5m (ZH)” foi realizada a avaliação e o registo exaustivo da estrutura do navio Baía da Horta 6 (BH-006). Os trabalhos permitiram concluir que este corresponde a um dos navios construídos em madeira com maior expressão visual conhecidos em Portugal, apesar da sua estrutura ter sido profundamente perturbada pelas dragagens e dos seus limites serem ainda indefinidos. Apresenta forro com chapas em liga de cobre e um cavilhamento compósito (madeira, ferro e ligas de cobre), o que sugere uma cronologia algures ao longo do século XIX, com um terminus ante quem nas primeiras décadas do século XX. A utilização de P. strobus e P. lambertiana sugere uma possível origem norte americana para o navio. Esta origem e cronologia colocam-no num contexto histórico em que o porto da Horta assumiu um papel estratégico essencial no apoio às frotas baleeiras americanas.
Original languagePortuguese
Title of host publicationArqueologia em Portugal 2017- O estado da questão
Place of PublicationLisboa
PublisherAssociação dos Arqueólogos Portugueses
Pages1993-2009
Number of pages17
ISBN (Print)9789729451713
Publication statusPublished - 2017

Keywords

  • Baía da Horta
  • Arqueologia marítima
  • Construção naval
  • Época contemporânea
  • Arqueologia preventiva

Cite this

Bettencourt, J., Quilhó, T., Fonseca, C., & Silva, J. T. P. D. (2017). Baía da Horta 6 (bh-006): um provável naufrágio americano do século XIX. In Arqueologia em Portugal 2017- O estado da questão (pp. 1993-2009). Lisboa: Associação dos Arqueólogos Portugueses.
Bettencourt, José ; Quilhó, Teresa ; Fonseca, Cristóvão ; Silva, José Tiago Pereira da. / Baía da Horta 6 (bh-006): um provável naufrágio americano do século XIX. Arqueologia em Portugal 2017- O estado da questão. Lisboa : Associação dos Arqueólogos Portugueses, 2017. pp. 1993-2009
@inbook{4b680a37c929485894d59ffe2204f068,
title = "Ba{\'i}a da Horta 6 (bh-006):: um prov{\'a}vel naufr{\'a}gio americano do s{\'e}culo XIX",
abstract = "No {\^a}mbito dos trabalhos arqueol{\'o}gicos levados a cabo pelo CHAM no quadro do Projecto “Dragagem da bacia de manobras do terminal de passageiros do Porto da Horta, {\`a} cota de -8.5m (ZH)” foi realizada a avalia{\cc}{\~a}o e o registo exaustivo da estrutura do navio Ba{\'i}a da Horta 6 (BH-006). Os trabalhos permitiram concluir que este corresponde a um dos navios constru{\'i}dos em madeira com maior express{\~a}o visual conhecidos em Portugal, apesar da sua estrutura ter sido profundamente perturbada pelas dragagens e dos seus limites serem ainda indefinidos. Apresenta forro com chapas em liga de cobre e um cavilhamento comp{\'o}sito (madeira, ferro e ligas de cobre), o que sugere uma cronologia algures ao longo do s{\'e}culo XIX, com um terminus ante quem nas primeiras d{\'e}cadas do s{\'e}culo XX. A utiliza{\cc}{\~a}o de P. strobus e P. lambertiana sugere uma poss{\'i}vel origem norte americana para o navio. Esta origem e cronologia colocam-no num contexto hist{\'o}rico em que o porto da Horta assumiu um papel estrat{\'e}gico essencial no apoio {\`a}s frotas baleeiras americanas.",
keywords = "Ba{\'i}a da Horta, Arqueologia mar{\'i}tima, Constru{\cc}{\~a}o naval, {\'E}poca contempor{\^a}nea, Arqueologia preventiva",
author = "Jos{\'e} Bettencourt and Teresa Quilh{\'o} and Crist{\'o}v{\~a}o Fonseca and Silva, {Jos{\'e} Tiago Pereira da}",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147248/PT# UID/HIS/04666/2013",
year = "2017",
language = "Portuguese",
isbn = "9789729451713",
pages = "1993--2009",
booktitle = "Arqueologia em Portugal 2017- O estado da quest{\~a}o",
publisher = "Associa{\cc}{\~a}o dos Arque{\'o}logos Portugueses",

}

Bettencourt, J, Quilhó, T, Fonseca, C & Silva, JTPD 2017, Baía da Horta 6 (bh-006): um provável naufrágio americano do século XIX. in Arqueologia em Portugal 2017- O estado da questão. Associação dos Arqueólogos Portugueses, Lisboa, pp. 1993-2009.

Baía da Horta 6 (bh-006): um provável naufrágio americano do século XIX. / Bettencourt, José; Quilhó, Teresa; Fonseca, Cristóvão; Silva, José Tiago Pereira da.

Arqueologia em Portugal 2017- O estado da questão. Lisboa : Associação dos Arqueólogos Portugueses, 2017. p. 1993-2009.

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

TY - CHAP

T1 - Baía da Horta 6 (bh-006):

T2 - um provável naufrágio americano do século XIX

AU - Bettencourt, José

AU - Quilhó, Teresa

AU - Fonseca, Cristóvão

AU - Silva, José Tiago Pereira da

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147248/PT# UID/HIS/04666/2013

PY - 2017

Y1 - 2017

N2 - No âmbito dos trabalhos arqueológicos levados a cabo pelo CHAM no quadro do Projecto “Dragagem da bacia de manobras do terminal de passageiros do Porto da Horta, à cota de -8.5m (ZH)” foi realizada a avaliação e o registo exaustivo da estrutura do navio Baía da Horta 6 (BH-006). Os trabalhos permitiram concluir que este corresponde a um dos navios construídos em madeira com maior expressão visual conhecidos em Portugal, apesar da sua estrutura ter sido profundamente perturbada pelas dragagens e dos seus limites serem ainda indefinidos. Apresenta forro com chapas em liga de cobre e um cavilhamento compósito (madeira, ferro e ligas de cobre), o que sugere uma cronologia algures ao longo do século XIX, com um terminus ante quem nas primeiras décadas do século XX. A utilização de P. strobus e P. lambertiana sugere uma possível origem norte americana para o navio. Esta origem e cronologia colocam-no num contexto histórico em que o porto da Horta assumiu um papel estratégico essencial no apoio às frotas baleeiras americanas.

AB - No âmbito dos trabalhos arqueológicos levados a cabo pelo CHAM no quadro do Projecto “Dragagem da bacia de manobras do terminal de passageiros do Porto da Horta, à cota de -8.5m (ZH)” foi realizada a avaliação e o registo exaustivo da estrutura do navio Baía da Horta 6 (BH-006). Os trabalhos permitiram concluir que este corresponde a um dos navios construídos em madeira com maior expressão visual conhecidos em Portugal, apesar da sua estrutura ter sido profundamente perturbada pelas dragagens e dos seus limites serem ainda indefinidos. Apresenta forro com chapas em liga de cobre e um cavilhamento compósito (madeira, ferro e ligas de cobre), o que sugere uma cronologia algures ao longo do século XIX, com um terminus ante quem nas primeiras décadas do século XX. A utilização de P. strobus e P. lambertiana sugere uma possível origem norte americana para o navio. Esta origem e cronologia colocam-no num contexto histórico em que o porto da Horta assumiu um papel estratégico essencial no apoio às frotas baleeiras americanas.

KW - Baía da Horta

KW - Arqueologia marítima

KW - Construção naval

KW - Época contemporânea

KW - Arqueologia preventiva

M3 - Chapter

SN - 9789729451713

SP - 1993

EP - 2009

BT - Arqueologia em Portugal 2017- O estado da questão

PB - Associação dos Arqueólogos Portugueses

CY - Lisboa

ER -

Bettencourt J, Quilhó T, Fonseca C, Silva JTPD. Baía da Horta 6 (bh-006): um provável naufrágio americano do século XIX. In Arqueologia em Portugal 2017- O estado da questão. Lisboa: Associação dos Arqueólogos Portugueses. 2017. p. 1993-2009