Atores, conceitos e debates: o que está em causa em discursos mediáticos sobre regionalização

Raquel Lourenço, Cristina Ponte, Pedro Chamusca, Mariana Lameiras

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapterpeer-review

Abstract

[Excerto] Territórios e comunidades, em diferentes escalas, experimentam constantes mudanças de natureza económica e social, com uma forte base espacial. Embora a mudança seja permanente, os últimos anos têm sido particularmente intensos na velocidade e complexidade da transformação, com compressão espacial
(Harvey, 1990), aceleração temporal (Giddens, 2006), crescente mobilidade e tempos de lazer (Madanipour, 2017) e a pandemia da Covid-19 a desempenharem um papel decisivo. No entanto, o ritmo e intensidade das mudanças, bem como um conjunto de respostas inadequadas ou insuficientes por parte das entidades públicas que governam e planeiam, têm promovido assimetrias de natureza diversa, reforçando a importância de políticas públicas mais eficazes, orientadas para a promoção da inovação e coesão territorial (Balland et al., 2015; Pires et al., 2020; Sá Marques et al., 2018; Silva et al., 2021) e para uma governação mais eficiente, aproximando a decisão do cidadão através de processos de reorganização do Estado, em especial através de iniciativas de regionalização.
Original languagePortuguese
Title of host publication(Re)visitar a regionalização 25 anos depois
EditorsAndré Carmo, Conceição Rego, Manuel Couret Branco, Maria da Saudade Baltazar
Place of PublicationCoimbra
PublisherAlmedina
Pages143-171
Number of pages28
ISBN (Print)978-989-40-1659-5
Publication statusPublished - Nov 2023

Keywords

  • Discurso mediático
  • Regionalização

Cite this