As Resistências à Organização Corporativa Portuguesa

a perspectiva regional do Instituto Nacional do Trabalho e Previdência

Research output: Contribution to journalArticle

3 Downloads (Pure)

Abstract

Em 1933, o Estado Novo português cria, entre uma série de diplomas fundadores do regime corporativo, o Instituto Nacional do Trabalho e Previdência. Com funções de coordenação/controlo sobre a organização corporativa lançada a nível nacional, o INTP regulava ainda o trabalho e a previdência, actuando a nível local através de delegações distritais instituídas em todo o Portugal continental e ilhas adjacentes. Este texto propõe-se analisar as dificuldades/constrangimentos à implementação da organização corporativa sindical e patronal, na óptica dos delegados distritais do Instituto, e que medidas implicaram nos anos subsequentes em matéria político-social.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)101-118
Number of pages18
JournalFaces de Clio
Volume4
Issue number18
Publication statusPublished - 2018

Keywords

  • Autoritarismo
  • Corporativismo
  • Estado Novo

Cite this

@article{9f4f70447f4c41aebbe10acb4328a308,
title = "As Resist{\^e}ncias {\`a} Organiza{\cc}{\~a}o Corporativa Portuguesa: a perspectiva regional do Instituto Nacional do Trabalho e Previd{\^e}ncia",
abstract = "Em 1933, o Estado Novo portugu{\^e}s cria, entre uma s{\'e}rie de diplomas fundadores do regime corporativo, o Instituto Nacional do Trabalho e Previd{\^e}ncia. Com fun{\cc}{\~o}es de coordena{\cc}{\~a}o/controlo sobre a organiza{\cc}{\~a}o corporativa lan{\cc}ada a n{\'i}vel nacional, o INTP regulava ainda o trabalho e a previd{\^e}ncia, actuando a n{\'i}vel local atrav{\'e}s de delega{\cc}{\~o}es distritais institu{\'i}das em todo o Portugal continental e ilhas adjacentes. Este texto prop{\~o}e-se analisar as dificuldades/constrangimentos {\`a} implementa{\cc}{\~a}o da organiza{\cc}{\~a}o corporativa sindical e patronal, na {\'o}ptica dos delegados distritais do Instituto, e que medidas implicaram nos anos subsequentes em mat{\'e}ria pol{\'i}tico-social.",
keywords = "Autoritarismo, Corporativismo, Estado Novo",
author = "Torres, {Jorge Mano}",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147250/PT# UID/HIS/04209/2013",
year = "2018",
language = "Portuguese",
volume = "4",
pages = "101--118",
journal = "Faces de Clio",
issn = "2359-4489",
number = "18",

}

TY - JOUR

T1 - As Resistências à Organização Corporativa Portuguesa

T2 - a perspectiva regional do Instituto Nacional do Trabalho e Previdência

AU - Torres, Jorge Mano

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147250/PT# UID/HIS/04209/2013

PY - 2018

Y1 - 2018

N2 - Em 1933, o Estado Novo português cria, entre uma série de diplomas fundadores do regime corporativo, o Instituto Nacional do Trabalho e Previdência. Com funções de coordenação/controlo sobre a organização corporativa lançada a nível nacional, o INTP regulava ainda o trabalho e a previdência, actuando a nível local através de delegações distritais instituídas em todo o Portugal continental e ilhas adjacentes. Este texto propõe-se analisar as dificuldades/constrangimentos à implementação da organização corporativa sindical e patronal, na óptica dos delegados distritais do Instituto, e que medidas implicaram nos anos subsequentes em matéria político-social.

AB - Em 1933, o Estado Novo português cria, entre uma série de diplomas fundadores do regime corporativo, o Instituto Nacional do Trabalho e Previdência. Com funções de coordenação/controlo sobre a organização corporativa lançada a nível nacional, o INTP regulava ainda o trabalho e a previdência, actuando a nível local através de delegações distritais instituídas em todo o Portugal continental e ilhas adjacentes. Este texto propõe-se analisar as dificuldades/constrangimentos à implementação da organização corporativa sindical e patronal, na óptica dos delegados distritais do Instituto, e que medidas implicaram nos anos subsequentes em matéria político-social.

KW - Autoritarismo

KW - Corporativismo

KW - Estado Novo

M3 - Article

VL - 4

SP - 101

EP - 118

JO - Faces de Clio

JF - Faces de Clio

SN - 2359-4489

IS - 18

ER -