As Perfeitíssimas Horas da Rainha D. Leonor

Research output: Book/ReportBook

Abstract

O Livro de Horas da rainha D. Leonor, mulher do rei D. João II, data do terceiro quartel do século XV e é um manuscrito absolutamente notável, de uma qualidade excepcional, a nível do que melhor se produziu na Flandres deste período. Totalmente iluminado em grisalha e ouro, com apontamentos pontuais de cor, é também um dos exemplos mais significativos de todo o corpus do seu iluminador, o flamengo Willem Vrelant, um artista de renome oriundo de Utreque que desenvolveu a parte mais relevante da sua obra em Bruges, cidade onde dirigiu um proeminente ateliê cuja produção deixou uma marca profunda na iluminura flamenga do terceiro quartel do século XV.
A superior qualidade do velino utilizado, a regularidade da escrita, o número de inicias ornadas finamente desenhadas e preenchidas com ouro brunido, a excelência do desenho e a complexidade da ornamentação colocam-no a par das peças mais valiosas da colecção da Biblioteca Nacional de Portugal. Outro aspecto que merece ser relevado é a singularidade, abundância e carácter narrativo das figurações marginais. As suas margens, repletas de pequenas figuras que interagem entre si, são percorridas por arqueiros, homens com espada, lança e até camponeses desarmados. Incluem, também, figuras e narrativas bíblicas, carpideiras e cenas alusivas à vida de corte, onde a música tem uma presença bastante expressiva.
Ao longo das Horas da Virgem – a parte mais importante do códice – o iluminador desenvolve uma história profana de carácter biográfico; acreditamos ter reunido factos que comprovam a hipótese da leitura conjunta destes núcleos apresentar a história do rei de França, Carlos VII, e de Joana d’Arc, no episódio que inverteu o resultado da Guerra dos Cem Anos e pôs termo ao conflito.
Original languagePortuguese
Place of PublicationMadrid
PublisherTaberna Libraria/A4 Edicions
Number of pages199
ISBN (Print)978-84-947789-9-5, 978-99920-67-19-2
Publication statusPublished - 2018

Cite this

@book{aae187303a174bd99894b7cc6fd9661f,
title = "As Perfeit{\'i}ssimas Horas da Rainha D. Leonor",
abstract = "O Livro de Horas da rainha D. Leonor, mulher do rei D. Jo{\~a}o II, data do terceiro quartel do s{\'e}culo XV e {\'e} um manuscrito absolutamente not{\'a}vel, de uma qualidade excepcional, a n{\'i}vel do que melhor se produziu na Flandres deste per{\'i}odo. Totalmente iluminado em grisalha e ouro, com apontamentos pontuais de cor, {\'e} tamb{\'e}m um dos exemplos mais significativos de todo o corpus do seu iluminador, o flamengo Willem Vrelant, um artista de renome oriundo de Utreque que desenvolveu a parte mais relevante da sua obra em Bruges, cidade onde dirigiu um proeminente ateli{\^e} cuja produ{\cc}{\~a}o deixou uma marca profunda na iluminura flamenga do terceiro quartel do s{\'e}culo XV. A superior qualidade do velino utilizado, a regularidade da escrita, o n{\'u}mero de inicias ornadas finamente desenhadas e preenchidas com ouro brunido, a excel{\^e}ncia do desenho e a complexidade da ornamenta{\cc}{\~a}o colocam-no a par das pe{\cc}as mais valiosas da colec{\cc}{\~a}o da Biblioteca Nacional de Portugal. Outro aspecto que merece ser relevado {\'e} a singularidade, abund{\^a}ncia e car{\'a}cter narrativo das figura{\cc}{\~o}es marginais. As suas margens, repletas de pequenas figuras que interagem entre si, s{\~a}o percorridas por arqueiros, homens com espada, lan{\cc}a e at{\'e} camponeses desarmados. Incluem, tamb{\'e}m, figuras e narrativas b{\'i}blicas, carpideiras e cenas alusivas {\`a} vida de corte, onde a m{\'u}sica tem uma presen{\cc}a bastante expressiva. Ao longo das Horas da Virgem – a parte mais importante do c{\'o}dice – o iluminador desenvolve uma hist{\'o}ria profana de car{\'a}cter biogr{\'a}fico; acreditamos ter reunido factos que comprovam a hip{\'o}tese da leitura conjunta destes n{\'u}cleos apresentar a hist{\'o}ria do rei de Fran{\cc}a, Carlos VII, e de Joana d’Arc, no epis{\'o}dio que inverteu o resultado da Guerra dos Cem Anos e p{\^o}s termo ao conflito.",
author = "Cust{\'o}dio, {Delmira Maria Rita Martins dos Santos Espada}",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147246/PT# UID/HIS/00749/2013",
year = "2018",
language = "Portuguese",
isbn = "978-84-947789-9-5",
publisher = "Taberna Libraria/A4 Edicions",

}

Custódio, DMRMDSE 2018, As Perfeitíssimas Horas da Rainha D. Leonor. Taberna Libraria/A4 Edicions, Madrid.

As Perfeitíssimas Horas da Rainha D. Leonor. / Custódio, Delmira Maria Rita Martins dos Santos Espada (Editor/Coordinator).

Madrid : Taberna Libraria/A4 Edicions, 2018. 199 p.

Research output: Book/ReportBook

TY - BOOK

T1 - As Perfeitíssimas Horas da Rainha D. Leonor

A2 - Custódio, Delmira Maria Rita Martins dos Santos Espada

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147246/PT# UID/HIS/00749/2013

PY - 2018

Y1 - 2018

N2 - O Livro de Horas da rainha D. Leonor, mulher do rei D. João II, data do terceiro quartel do século XV e é um manuscrito absolutamente notável, de uma qualidade excepcional, a nível do que melhor se produziu na Flandres deste período. Totalmente iluminado em grisalha e ouro, com apontamentos pontuais de cor, é também um dos exemplos mais significativos de todo o corpus do seu iluminador, o flamengo Willem Vrelant, um artista de renome oriundo de Utreque que desenvolveu a parte mais relevante da sua obra em Bruges, cidade onde dirigiu um proeminente ateliê cuja produção deixou uma marca profunda na iluminura flamenga do terceiro quartel do século XV. A superior qualidade do velino utilizado, a regularidade da escrita, o número de inicias ornadas finamente desenhadas e preenchidas com ouro brunido, a excelência do desenho e a complexidade da ornamentação colocam-no a par das peças mais valiosas da colecção da Biblioteca Nacional de Portugal. Outro aspecto que merece ser relevado é a singularidade, abundância e carácter narrativo das figurações marginais. As suas margens, repletas de pequenas figuras que interagem entre si, são percorridas por arqueiros, homens com espada, lança e até camponeses desarmados. Incluem, também, figuras e narrativas bíblicas, carpideiras e cenas alusivas à vida de corte, onde a música tem uma presença bastante expressiva. Ao longo das Horas da Virgem – a parte mais importante do códice – o iluminador desenvolve uma história profana de carácter biográfico; acreditamos ter reunido factos que comprovam a hipótese da leitura conjunta destes núcleos apresentar a história do rei de França, Carlos VII, e de Joana d’Arc, no episódio que inverteu o resultado da Guerra dos Cem Anos e pôs termo ao conflito.

AB - O Livro de Horas da rainha D. Leonor, mulher do rei D. João II, data do terceiro quartel do século XV e é um manuscrito absolutamente notável, de uma qualidade excepcional, a nível do que melhor se produziu na Flandres deste período. Totalmente iluminado em grisalha e ouro, com apontamentos pontuais de cor, é também um dos exemplos mais significativos de todo o corpus do seu iluminador, o flamengo Willem Vrelant, um artista de renome oriundo de Utreque que desenvolveu a parte mais relevante da sua obra em Bruges, cidade onde dirigiu um proeminente ateliê cuja produção deixou uma marca profunda na iluminura flamenga do terceiro quartel do século XV. A superior qualidade do velino utilizado, a regularidade da escrita, o número de inicias ornadas finamente desenhadas e preenchidas com ouro brunido, a excelência do desenho e a complexidade da ornamentação colocam-no a par das peças mais valiosas da colecção da Biblioteca Nacional de Portugal. Outro aspecto que merece ser relevado é a singularidade, abundância e carácter narrativo das figurações marginais. As suas margens, repletas de pequenas figuras que interagem entre si, são percorridas por arqueiros, homens com espada, lança e até camponeses desarmados. Incluem, também, figuras e narrativas bíblicas, carpideiras e cenas alusivas à vida de corte, onde a música tem uma presença bastante expressiva. Ao longo das Horas da Virgem – a parte mais importante do códice – o iluminador desenvolve uma história profana de carácter biográfico; acreditamos ter reunido factos que comprovam a hipótese da leitura conjunta destes núcleos apresentar a história do rei de França, Carlos VII, e de Joana d’Arc, no episódio que inverteu o resultado da Guerra dos Cem Anos e pôs termo ao conflito.

M3 - Book

SN - 978-84-947789-9-5

SN - 978-99920-67-19-2

BT - As Perfeitíssimas Horas da Rainha D. Leonor

PB - Taberna Libraria/A4 Edicions

CY - Madrid

ER -

Custódio DMRMDSE. As Perfeitíssimas Horas da Rainha D. Leonor. Madrid: Taberna Libraria/A4 Edicions, 2018. 199 p.