As lições interculturais de mitos e lendas vertidos em literatura infantil

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

Os contos tradicionais, na sua, por vezes, dupla dimensão de contos de nacionalidades particulares mas também de ‘contos do mundo’, tendem a preservar elementos inalterados, em geral no que diz respeito a reações negativas ao diálogo intercultural, de reação à diferença e à diversidade e de representação do que constitui a justiça e injustiça social.As autoras apresentam alguns dados sobre um projeto que desenvolveram no livro Literatura Infantil e Educação Intercultural:Vivemos num Mundo Sem Esconderijos, no qual analisam formas de negociação de situações críticas em contos ‘nacionais’ de Portugal contidas em obras dirigidas a um público infantil e juvenil. Analisam-se os textos Histórias Tradicionais Portuguesas Contadas de Novo, A Machadinha e a Menina Tonta e o Cordão Dourado, e Fiz das Pernas Coração no quadro da literatura ‘tradicional’ portuguesa e das pressões culturais da lusofonia.
Original languageUnknown
Pages (from-to)1-13
JournalÁlabe
Volume5
Issue numberNA
Publication statusPublished - 1 Jan 2012

Cite this