As duas repúblicas: Portugal (1910-1926) e Espanha (1931-1936): Ensaio de interpretação sociológica comparada

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

Abstract

O objectivo do artigo é realizar uma aproximação comparada aos períodos republicanos português e espanhol, a partir de uma perspectiva ligada à teoria sociológica figuracional proposta por Norbert Elias. Como tal, o advento da República em Espanha e em Portugal trouxe consigo um novo equilíbrio de poder que mereceu diferentes valorizações em função do grupo social considerado. Algumas destas valorizações fizeram do medo, como emoção colectiva, o seu eixo central; o medo ficou também ligado a determinadas definições da situação, em termos de desordem ou de ameaças de ruptura social, assim como ao apelo à autoridade como solução para os níveis de incerteza e de imprevisibilidade manifestados por certos sectores sociais.

Original languagePortuguese
Pages (from-to)123-143
Number of pages20
JournalComunicação & Cultura
Volume9
DOIs
Publication statusPublished - 2010

Keywords

  • República
  • Espanha
  • Portugal
  • Norbert Elias
  • Equilíbrio de poder
  • Medo social

Cite this