As Chinelas de Abu-Casem: Conto Arábico

Ana Margarida Chora (Translator), Daniel Pires (Translator)

Research output: Book/ReportBook

Abstract

Conto do corpus textual das Mil e Uma Noites (publicadas primeiramente no Ocidente por Antoine Galland entre 1704 e 1717), que Bocage terá traduzido do Francês e publicado anonimamente em 1797, com a chancela de Simão Tadeu Ferreira e a licença do Desembargo do Paço, quando se encontrava na prisão. Apesar de ter sido reimpressa em 1803 e anunciada na Gazeta de Lisboa a 27 de Maio desse ano, não sobreviveram exemplares dessa publicação que Inocêncio Francisco da Silva contempla no seu Dicionário Bibliográfico Português, afirmando nunca a ter visto.
Mais de duzentos anos depois, este conto que permaneceu desconhecido é trazido ao conhecimento do público, sob a forma de edição crítica, versão actualizada e comparação com o texto original que lhe serviu de base, enquadrado por estudos literários sobre o autor («As Chinelas de Abu-Casem: uma edição enigmática»), bem como sobre a temática desta narrativa e a sua tradição textual no contexto das Mil e Uma Noites («As Mil e Uma Noites e o Orientalismo» e « As Chinelas de Abu-Casem - uma leitura de um motivo do folclore»), contendo ainda uma extensa bibliografia.
Original languagePortuguese
Place of PublicationSetúbal
PublisherCentro de Estudos Bocageanos
Number of pages85
ISBN (Print)978-989-8361-26-4
Publication statusPublished - 2016

Keywords

  • Bocage
  • Mil e Uma Noites
  • Tradição textual
  • Orientalismo
  • Século XVIII
  • Narrativa
  • Edição crítica

Cite this

Chora, A. M., (TRANS.), & Pires, D., (TRANS.) (2016). As Chinelas de Abu-Casem: Conto Arábico. Setúbal: Centro de Estudos Bocageanos.