Arqueologia funerária romana e medieval no concelho de Vouzela

Catarina Tente, Daniel de Melo Branco, Ana Beatriz Ferreira

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contributionpeer-review

1 Downloads (Pure)

Abstract

Uma das principais manifestações das comunidades passadas são os rituais e espaços funerários. No atual concelho de Vouzela e em toda a área de Lafões são conhecidos diversos testemunhos destas realidades que datam deste a Pré-História. Estes testemunhos possibilitam o conhecimento não só relativo à ocupação do espaço e da sua gestão, mas fundamentalmente sobre a atitude e o significado da morte para essas comunidades. Conhecem-se igualmente no território vouzelense diversos vestígios funerários romanos e medievais ainda que até há data não se tenha escavado nenhum dos contextos.
Não são muito abundantes as sepulturas e necrópoles romanas, fundamentalmente porque o ritual dominante nessa época foi a incineração e que é mais difícil de detetar os vestígios desses cemitérios. Mas a partir do século IV o ritual vai-se alterando surgindo o ritual da inumação. Os mortos eram então inumados em caixas de pedra, de tijolo ou de tegulae ou diretamente na terra. Datarão desta fase as necrópoles do Carvalhal do Estanho, certamente ligada à comunidade que explorava os recursos mineiros daquele sítio e a sepultura de Fataunços. Associada a este tipo de enterramento deve estar também a lucerna hoje depositada no Museu Municipal, mas que tem proveniência desconhecida.
Na Idade Média as inumações foram escavadas na terra e na pedra. Conhecem-se no concelho algumas sepulturas escavadas na rocha, mas ainda assim em menor números que em outras regiões beirãs, o que se pode explicar pelo precoce estabelecimento de igrejas neste território. A instalação do sistema paroquial a partir da segunda metade do século XII, implicou a agregação de todos os enterramentos em redor (e no interior) das igrejas paroquiais e determinou o abandono de soluções de enterramento agregadas às propriedades das famílias.
Esta comunicação não só se apresentarão os principais dados disponíveis para o concelho de Vouzela, como se discutirá o seu significado.

One of the main manifestations of past communities are the rituals and funerary spaces. In the current municipality of Vouzela and throughout the Lafões area there are several known testimonies of these realities dating from prehistoric times. These testimonies enable knowledge not only on the occupation of space and its management, but fundamentally on the attitude and meaning of death for these communities. Various Roman and medieval funerary remains are also known in vouzelense territory although none of the contexts have been excavated to date.
The Roman graves and necropolises are not very abundant, fundamentally because the dominant ritual at that time was incineration and it is more difficult to detect the vestiges of these cemeteries. But from the IV century the ritual changed and the ritual of inhumation appeared. The dead were then buried in stone, brick or tegulae boxes or directly in the ground. The necropolis of Carvalhal do Estanho, certainly linked to the community that exploited the mining resources of that site, and the grave of Fataunços date from this phase. Associated with this type of burial must also be the lucerna today deposited in the Municipal Museum, but of unknown provenance.
In the Middle Ages, burials were dug in the earth and in stone. In the county some graves excavated in rock are known, but still in smaller numbers than in other regions of Beira, which can be explained by the early establishment of churches in this territory. The installation of the parochial system from the second half of the 12th century onwards, implied the aggregation of all burials around (and inside) the parish churches and determined the abandonment of burial solutions aggregated to family properties.
This paper will not only present the main data available for the county of Vouzela, but also discuss its significance.
Original languagePortuguese
Title of host publicationI Jornadas de Arqueologia de Vouzela-Lafões
Subtitle of host publicationatas
EditorsManuel L. Real, António F. Carvalho, Catarina Tente
Place of PublicationVouzela
PublisherCâmara Municipal de Vouzela
Pages221-231
Number of pages10
ISBN (Electronic)978-972-8833-07-7
Publication statusPublished - 2021
EventI Jornadas de Arqueologia de Vouzela-Lafões - Vouzela, Portugal
Duration: 14 Nov 201916 Nov 2019

Conference

ConferenceI Jornadas de Arqueologia de Vouzela-Lafões
Country/TerritoryPortugal
CityVouzela
Period14/11/1916/11/19

Keywords

  • Funerary rituals
  • Cemeteries
  • Graves
  • Necropolis

Cite this