Argamassas de terra - Comportamento higrotérmico função da granulometria da areia

Tânia Santos, Paulina Faria, Vitor Silva

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

O trabalho experimental que se apresenta teve como objetivo o estudo das propriedades higrotérmicas de argamassas de terra, através do estudo da sua condutibilidade térmica, permeabilidade ao vapor de água e capacidade higroscópica. Formularam-se diversas argamassas com base numa mesma terra argilosa destorroada, proveniente do barrocal algarvio, com diferentes misturas de areias siliciosas. Compararam-se com duas argamassas pré-doseadas produzidas com terra da mesma região produzidas com equipamento de laboratório e de obra. Os resultados obtidos com as diversas argamassas são apresentados e discutidos, salientando-se particularmente os bons resultados apresentados em relação à higroscopicidade das argamassas estudadas. Essa capacidade deve-se às características da argila, que constitui o aglutinante das argamassas, e aparenta não ser muito influenciada pela granulometria das areias utilizadas, nem pela existência de baixa percentagem de fibras. Destaca-se a elevada capacidade de adsorção de vapor de água, que pode contribuir para o equilíbrio dos ambientes interiores e, consequentemente, para a mitigação dos problemas de saúde associados a estados limites de humidade. É possível considerar argamassas com este tipo de terra como potencialmente adequadas para contribuírem para a regulação higrométrica dos espaços interiores, nomeadamente na reabilitação de edifícios existentes.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)28-30
JournalConstrução Magazine
Volume68
Issue numberJulho-Agosto 2015
Publication statusPublished - 1 Jan 2015

Keywords

  • Terra
  • Fibra vegetal
  • Areia
  • Reboco
  • Higroscopicidade
  • Permeabilidade ao vapor
  • Condutibilidade térmica

Cite this