Aplicação de Modelos Matemáticos nas Bacias Hidrográficas do Rio Tejo e das Ribeiras do Oeste

Research output: Book/ReportBook

Abstract

A modelação matemática dos sistemas hídricos reveste-se da maior importância para todas as organizações públicas e privadas que, de uma forma ou outra, lidam com os recursos hídricos, e, em particular, para as instituições que, como a Administração da Região Hidrográfica do Tejo, I.P. (ARH do Tejo, I.P.), têm a missão promover a gestão dos recursos hídricos. Um modelo matemático constitui sempre uma aproximação à realidade e a sua implementação tem de considerar, previamente à fase de simulação, uma fase de calibração em que se verifica a adequação ou ajustamento dos resultados do modelo a situações antes observadas. Por outro lado, os modelos matemáticos devidamente calibrados, que se coloquem "em produção", também eles devem estar em monitorização permanente, uma vez que a realidade se pode alterar e que os próprios modelos vão sendo melhorados com o passar dos anos, seja por novas aproximações conceptuais, seja com novos algoritmos de cálculo mais potentes, seja com interfaces mais amigáveis, seja ainda com recurso a sistemas de informação geográfica que os potenciam.

Original languageUnknown
Place of PublicationLisbon, Portugal
PublisherARH do Tejo, I.P.
ISBN (Print)978-989-96162-6-4
Publication statusPublished - 1 Jan 2010

Cite this