«Aniversário» de Mário Dionísio: auto-retrato poético aos quarenta e quatro anos

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

5 Downloads (Pure)

Abstract

Mário Dionísio desenhou e pintou diversos auto-retratos, publicou um texto intitulado «Auto-retrato» no Diário de Lisboa, mas não publicou nenhum poema com esse título. Proponho com este estudo uma leitura do poema «Aniversário» (datado de 1960 e publicado pela primeira vez em 1966 no conjunto O Silêncio Voluntário de Poesia Incompleta) como auto-retrato poético aos quarenta e quatro anos, discutindo o modo de inscrição autoral no calendário biográfico e histórico-literário. A preocupação de Mário Dionísio com o tempo, em especial com a data e a idade, é notória na sua obra poética, sendo a referência expressa ao aniversário ou à idade uma das estratégias poéticas comuns para a composição de auto-retratos.
Original languagePortuguese
Title of host publicationComo uma Pedra no Silêncio.
Subtitle of host publication Recordar Mário Dionísio no centenário do seu nascimento
EditorsKelly Benoudis Basílio, Maria Alzira Seixo
Place of PublicationLisboa
PublisherCentro de Estudos Comparatistas da Universidade de Lisboa
Pages80-86
Number of pages7
ISBN (Print)978-989-96677-3-0
Publication statusPublished - 2017

Keywords

  • Mário Dionísio
  • Auto-retrato
  • Poesia
  • Aniversário

Cite this

Ferreira, T. J. (2017). «Aniversário» de Mário Dionísio: auto-retrato poético aos quarenta e quatro anos. In K. B. Basílio, & M. A. Seixo (Eds.), Como uma Pedra no Silêncio.: Recordar Mário Dionísio no centenário do seu nascimento (pp. 80-86). Lisboa: Centro de Estudos Comparatistas da Universidade de Lisboa.