Ana Paula Tavares: ritos de passagem

Research output: Contribution to conferenceAbstract

Abstract

Ana Paula Tavares, autora angolana de renome internacional, nasceu na Huíla em 1952. É professora universitária, historiadora e poetisa com vasta obra publicada e com uma fortuna crítica assinalável. Inaugurou o seu trabalho poético com a obra Ritos de Passagem (Luanda: UEA, 1985 [2ª ed. Lisboa: Caminho, 2007]) e ao fazê-lo mudou para sempre a configuração do cânone angolano pós-colonial.
Partindo deste texto inaugural propomo-nos revisitar a sua obra assinalando com particular demora o que nela se oferece como retrato da condição da mulher angolana e como validação das suas histórias. Daremos também especial atenção às configurações contemporâneas do feminismo em África e da situação das mulheres escritoras na atualidade, num quadro que é de frequente adversidade, mas de crescente tomada de posição pública e política.
“No one but African women ourselves can bear the responsibility to protect the histories of African women and to connect them to the situations of today. We have many glass ceilings to shatter.” (Minna Salami, July 2, 2013, MsAfropolitan).
Original languagePortuguese
Pagesonline
Publication statusPublished - 2018
EventII Ciclo de Conferências «Literatura Escrita por Mulheres» - Biblioteca do Palácio Galveias, Lisboa, Portugal
Duration: 27 Sep 201830 May 2019

Conference

ConferenceII Ciclo de Conferências «Literatura Escrita por Mulheres»
CountryPortugal
CityLisboa
Period27/09/1830/05/19

Keywords

  • Ana Paula Tavares
  • Literatura Angolana

Cite this