An Unwritten Novel – Fernando Pessoa’s The Book of Disquiet, de Thomas J. Cosineau

Research output: Contribution to journalLiterature review

3 Downloads (Pure)

Abstract

Recensão crítica do ensaio, de Thomas J. Cosineau, “An Unwritten Novel – Fernando Pessoa’s The Book of Disquiet”. O ensaio parte da seguinte afirmação de Bernardo Soares: “Qualquer coisa, conforme se considera, é um assombro ou um estorvo, um tudo ou nada, um caminho ou uma preocupação.” Este assombro-estorvo domina o Livro e resulta na ausência de uma visão estável e reconfortante do mundo e do lugar que o protagonista nele ocupa. O autor do ensaio estabelece, em capítulos, o fio de Ariadne deste labirinto, sendo o conceito-guia designado “o complexo de Dédalo”. Estabelece ainda paralelos com Lisbon: What Every Tourist Should Know, O Marinheiro, King Lear, Hamlet.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)240-243
Number of pages3
JournalColóquio Letras
Volume190
Publication statusPublished - 2015

Keywords

  • Pessoa
  • Livro do Desassossego
  • Labirinto
  • Ruínas
  • Abismo

Cite this