Afectivo Primitivo: Um estudo sobre a potência do corpo que dança a partir de Nietzsche segundo Deleuze

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contributionpeer-review

7 Downloads (Pure)

Abstract

Em “Da insaciabilidade no caso ou ao mesmo tempo um milagre”, de Hugo Calhim Cristovão e Joana von Mayer Trindade e (2017), quatro performers atiram-se para o solo e o ar insistentemente: caem, saltam, correm, giram, dobram- se, encavalitam-se, arqueiam-se, baixam-se, empurram-se, suspendem-se, prendem-se, torcem-se, agarram-se, entalam-se, largam-se, rastejam, lutam e ficam. A sua performance leva o corpo que dança ao limite daquilo que seria por este suportável num grito mudo por uma vida maior. A matriz geométrica da composição do espaço entre os performers, e entre as linhas que os ligam à presença de Almada Negreiros (o autor que influenciou esta peça coreográfica), torna-se o caminho percorrido para a metamorfose do corpo que dança. O esforço incessante daqueles performers tende para a “sensação de um máximo de potência”, seria isso a vida, enquanto a sua realidade mais profunda é esse querer (do querer) e não apenas a sua conservação — eles lutam por se expandir (Nietzsche, VP, II, 41).
Original languagePortuguese
Title of host publicationDa insaciabilidade no caso ou ao mesmo tempo um milagre
Place of PublicationPorto
PublisherFaculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP)
Pages71-74
Number of pages4
ISBN (Print)978 -989-99966 -5 -6
Publication statusPublished - 2017
EventAfectivo primitivo: um estudo sobre a potência do corpo que dança a partir de Nietzsche segundo Deleuze - Teatro Rivoli, Porto, Portugal
Duration: 31 May 2017 → …

Conference

ConferenceAfectivo primitivo: um estudo sobre a potência do corpo que dança a partir de Nietzsche segundo Deleuze
CountryPortugal
CityPorto
Period31/05/17 → …

Cite this