A vocação etnográfica do cinema de António Campos

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

4 Downloads (Pure)

Abstract

Partindo do trabalho documental de António Campos discute-se aqui a vocação etnográfica do seu cinema. Partindo de materiais recolhidos para as filmagens de Falamos de António Campos, filme que realizei em 2009, discuto aqui a singularidade do percurso deste realizador e, por outro lado, a forma como o seu cinema se aliou a uma certa forma de representar o país. Uma das características que atravessam a sua obra é essa ideia de um cinema que, embora muitas vezes construído em torno da ideia do passado — imaginado, construído e selecionado —, se remete para um futuro em que, enfim, será tomado como testemunho de um certo país.

Starting from the documentary films of António Campos, the ethnographic vocation of his cinema is discussed here. Based on materials collected for the filming of Falamos de António Campos, a film I made in 2009, I discuss here the singularity of this director’s path and, on the other hand, how his cinema was allied to a certain way of representing the country. One of the characteristics that run through his work is this idea of a cinema that, although often built around the idea of the past — imagined, constructed, and selected —, refers to a future in which, finally, it will be taken as a testimony of a certain country
Original languagePortuguese
Pages (from-to)82-92
Number of pages12
JournalDoc On-Line: Revista Digital de Cinema Documentário
Issue number32
Publication statusPublished - Nov 2022

Keywords

  • Documentário
  • Cinema Português
  • Filme etnográfico

Cite this