A rádio, o som e a infância: o relato de experiências de programas de rádio elaborados por crianças do pré-escolar

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

1 Downloads (Pure)

Abstract

A investigação de Paul Lazarsfeld nos anos 40 representa um dos principais marcos dos estudos sobre a rádio. O autor tentou compreender que papel a rádio enquanto meio de comunicação poderia ter enquanto veículo de formação e educação dos indivíduos. Para Lazarsfeld, a rádio estaria ao nível das invenções que tiveram a capacidade de mudar o mundo. Do mesmo modo que o automóvel e as estradas contribuíram para a mobilidade dos indivíduos, e a proliferação de bibliotecas para o aumento do nível de conhecimento dos americanos, o meio radiofónico trouxe, segundo Paul Lazarsfeld, a capacidade de acabar com o isolamento das pessoas: “Into this scene came the radio
to make its contribution to the break down of isolation and to the development of a popular sense of participation in a larger world” (1940:201). Para Lazarsfeld, a rádio enquanto meio de comunicação só poderia ter uma função educacional se difundisse programas sérios e os ouvintes fizessem um escuta séria (1940:30).
Original languagePortuguese
Title of host publicationMetodologias Participativas
Subtitle of host publicationos media e a educação
EditorsMaria José Brites, Ana Jorge, Sílvio Correia Santos
Place of PublicationCovilhã
PublisherLABCOM
Pages149-158
Number of pages9
ISBN (Electronic)978-989-654-234-4 , 978-989-654-233-7
ISBN (Print)978-989-654-232-0
Publication statusPublished - 2015

Publication series

Name Pesquisas em Comunicação

Cite this

Bonixe, J. L. R. (2015). A rádio, o som e a infância: o relato de experiências de programas de rádio elaborados por crianças do pré-escolar. In M. José Brites, A. Jorge, & S. Correia Santos (Eds.), Metodologias Participativas: os media e a educação (pp. 149-158). ( Pesquisas em Comunicação). Covilhã: LABCOM.
Bonixe, Joaquim Luis Rodrigues. / A rádio, o som e a infância : o relato de experiências de programas de rádio elaborados por crianças do pré-escolar. Metodologias Participativas: os media e a educação. editor / Maria José Brites ; Ana Jorge ; Sílvio Correia Santos. Covilhã : LABCOM, 2015. pp. 149-158 ( Pesquisas em Comunicação).
@inbook{02481a8490794f04958d80e30bf37b42,
title = "A r{\'a}dio, o som e a inf{\^a}ncia: o relato de experi{\^e}ncias de programas de r{\'a}dio elaborados por crian{\cc}as do pr{\'e}-escolar",
abstract = "A investiga{\cc}{\~a}o de Paul Lazarsfeld nos anos 40 representa um dos principais marcos dos estudos sobre a r{\'a}dio. O autor tentou compreender que papel a r{\'a}dio enquanto meio de comunica{\cc}{\~a}o poderia ter enquanto ve{\'i}culo de forma{\cc}{\~a}o e educa{\cc}{\~a}o dos indiv{\'i}duos. Para Lazarsfeld, a r{\'a}dio estaria ao n{\'i}vel das inven{\cc}{\~o}es que tiveram a capacidade de mudar o mundo. Do mesmo modo que o autom{\'o}vel e as estradas contribu{\'i}ram para a mobilidade dos indiv{\'i}duos, e a prolifera{\cc}{\~a}o de bibliotecas para o aumento do n{\'i}vel de conhecimento dos americanos, o meio radiof{\'o}nico trouxe, segundo Paul Lazarsfeld, a capacidade de acabar com o isolamento das pessoas: “Into this scene came the radioto make its contribution to the break down of isolation and to the development of a popular sense of participation in a larger world” (1940:201). Para Lazarsfeld, a r{\'a}dio enquanto meio de comunica{\cc}{\~a}o s{\'o} poderia ter uma fun{\cc}{\~a}o educacional se difundisse programas s{\'e}rios e os ouvintes fizessem um escuta s{\'e}ria (1940:30).",
author = "Bonixe, {Joaquim Luis Rodrigues}",
note = "UID/CCI/04667/2016",
year = "2015",
language = "Portuguese",
isbn = "978-989-654-232-0",
series = "Pesquisas em Comunica{\cc}{\~a}o",
publisher = "LABCOM",
pages = "149--158",
editor = "{Jos{\'e} Brites}, Maria and Ana Jorge and {Correia Santos}, S{\'i}lvio",
booktitle = "Metodologias Participativas",

}

Bonixe, JLR 2015, A rádio, o som e a infância: o relato de experiências de programas de rádio elaborados por crianças do pré-escolar. in M José Brites, A Jorge & S Correia Santos (eds), Metodologias Participativas: os media e a educação. Pesquisas em Comunicação, LABCOM, Covilhã, pp. 149-158.

A rádio, o som e a infância : o relato de experiências de programas de rádio elaborados por crianças do pré-escolar. / Bonixe, Joaquim Luis Rodrigues.

Metodologias Participativas: os media e a educação. ed. / Maria José Brites; Ana Jorge; Sílvio Correia Santos. Covilhã : LABCOM, 2015. p. 149-158 ( Pesquisas em Comunicação).

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

TY - CHAP

T1 - A rádio, o som e a infância

T2 - o relato de experiências de programas de rádio elaborados por crianças do pré-escolar

AU - Bonixe, Joaquim Luis Rodrigues

N1 - UID/CCI/04667/2016

PY - 2015

Y1 - 2015

N2 - A investigação de Paul Lazarsfeld nos anos 40 representa um dos principais marcos dos estudos sobre a rádio. O autor tentou compreender que papel a rádio enquanto meio de comunicação poderia ter enquanto veículo de formação e educação dos indivíduos. Para Lazarsfeld, a rádio estaria ao nível das invenções que tiveram a capacidade de mudar o mundo. Do mesmo modo que o automóvel e as estradas contribuíram para a mobilidade dos indivíduos, e a proliferação de bibliotecas para o aumento do nível de conhecimento dos americanos, o meio radiofónico trouxe, segundo Paul Lazarsfeld, a capacidade de acabar com o isolamento das pessoas: “Into this scene came the radioto make its contribution to the break down of isolation and to the development of a popular sense of participation in a larger world” (1940:201). Para Lazarsfeld, a rádio enquanto meio de comunicação só poderia ter uma função educacional se difundisse programas sérios e os ouvintes fizessem um escuta séria (1940:30).

AB - A investigação de Paul Lazarsfeld nos anos 40 representa um dos principais marcos dos estudos sobre a rádio. O autor tentou compreender que papel a rádio enquanto meio de comunicação poderia ter enquanto veículo de formação e educação dos indivíduos. Para Lazarsfeld, a rádio estaria ao nível das invenções que tiveram a capacidade de mudar o mundo. Do mesmo modo que o automóvel e as estradas contribuíram para a mobilidade dos indivíduos, e a proliferação de bibliotecas para o aumento do nível de conhecimento dos americanos, o meio radiofónico trouxe, segundo Paul Lazarsfeld, a capacidade de acabar com o isolamento das pessoas: “Into this scene came the radioto make its contribution to the break down of isolation and to the development of a popular sense of participation in a larger world” (1940:201). Para Lazarsfeld, a rádio enquanto meio de comunicação só poderia ter uma função educacional se difundisse programas sérios e os ouvintes fizessem um escuta séria (1940:30).

M3 - Chapter

SN - 978-989-654-232-0

T3 - Pesquisas em Comunicação

SP - 149

EP - 158

BT - Metodologias Participativas

A2 - José Brites, Maria

A2 - Jorge, Ana

A2 - Correia Santos, Sílvio

PB - LABCOM

CY - Covilhã

ER -

Bonixe JLR. A rádio, o som e a infância: o relato de experiências de programas de rádio elaborados por crianças do pré-escolar. In José Brites M, Jorge A, Correia Santos S, editors, Metodologias Participativas: os media e a educação. Covilhã: LABCOM. 2015. p. 149-158. ( Pesquisas em Comunicação).