A produção musical sacra de Joaquim Silvestre Serrão na segunda metade do século XIX e a sua relação com os órgãos dos Açores: pormenores de registação

Research output: Contribution to conferenceAbstract

Abstract

O padre Joaquim Silvestre Serrão chegou à cidade de Ponta Delgada, na ilha de S. Miguel, no ano de 1841, prosseguindo com a actividade de compositor e organista que assumira até então em Palmela e em Lisboa. Àquela data existiam nas igrejas dos Açores inúmeros órgãos dos dois mais conceituados organeiros portugueses do final do Antigo Regime: Joaquim António Peres Fontanes (1750-1818) e António Xavier Machado e Cerveira (1756-1828). Enquanto organista da principal igreja da maior cidade dos Açores, Matriz de S. Sebastião, Silvestre Serrão destacou-se como o mais prolífico compositor de música sacra nos Açores ao longo da segunda metade de oitocentos, produzindo um amplo repertório a partir dos órgãos que tinha à sua disposição, nomeadamente o órgão Machado e Cerveira da Igreja Matriz de S. Sebastião (1828) e o órgão Peres Fontanes da vizinha igreja do Convento de S. Francisco (1797), agora Paroquial de S. José, ambos ainda em funcionamento. Na sua obra mais emblemática – as Matinas de Sexta-Feira Santa – cujo alógrafo sobrevive, é particularmente paradigmática a relação com aqueles dois instrumentos, através das inúmeras indicações de registação. De entre a sua produção destacam-se ainda as Matinas para os restantes ofícios da Semana Semana, e os Responsórios para as festividades de relevo nos Açores, como o Espírito Santo, Nossa Senhora da Conceição e o patrono da Igreja Matriz, S. Sebastião.
O contributo de Silvestre Serrão no campo da composição sacra com órgão e, paralelamente, no da organaria de estética portuguesa – pois dedicou-se não só à manutenção dos órgãos existentes como também incrementou a construção de novos exemplares –, assume uma dimensão ímpar no contexto português da época, dado que, no continente, quer a produção musical sacra com órgão quer a industria organeira, estavam em evidente declínio.
Original languageEnglish
Pages41-41
Number of pages1
Publication statusPublished - 2018
EventVIII ENIM: Encontro de Investigação em Música - Escola Superior de Educação do Porto, Porto, Portugal
Duration: 8 Nov 201810 Nov 2018
Conference number: VIII
http://www.spimusica.pt/

Conference

ConferenceVIII ENIM
Abbreviated titleENIM
CountryPortugal
CityPorto
Period8/11/1810/11/18
Internet address

Keywords

  • Música Sacra
  • Joaquim Silvestre Serrão
  • século XIX

Fingerprint Dive into the research topics of 'A produção musical sacra de Joaquim Silvestre Serrão na segunda metade do século XIX e a sua relação com os órgãos dos Açores: pormenores de registação'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this