A produção como variável estética na construção formal do filme «Os Verdes Anos» a partir dos seus materiais

Caterina Cucinota, Jesus Ramé

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

Com este artigo pretende-se abordar a questão da Estética dos Materiais como central na análise da experiência artística própria do cinema. É condição epistemológica que os pressupostos teóricos tenham uma aplicação concreta na análise de filmes. Decidiu-se, portanto, concretizar esta investigação através da análise de uma obra que permitisse perceber claramente as dialéticas provocadas pelos materiais no cinema. As ferramentas e estratégias analíticas aqui utilizadas podem servir para a abordagem de qualquer filme que manifeste as práticas de produção dos departamentos profissionais e que atribua valor de criação à mise-en-scène: o que pode ser definido de cinema artesanal. Os verdes anos (1963), de Paulo Rocha, é o filme escolhido como caso de estudo. O filme abrange toda uma contextualização histórica de um certo modo de pensar o cinema como um “novo cinema”, seja a partir dos seus ofícios, seja a partir das suas formas.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)72-84
Number of pages13
JournalAniki: Revista Portuguesa da Imagem em Movimento
Volume7
Issue number2
DOIs
Publication statusPublished - 2020

Keywords

  • Materialidade
  • Estética relacional
  • dialética dos materiais
  • processo de produção

Cite this