A pretexto do pecado

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

28 Downloads (Pure)

Abstract

Políticos, filósofos, juristas, teólogos, intelectuais de todos os quadrantes do pensamento, partilharam saberes e crenças, discutiram conceitos e processos, procurando explicações e, sobretudo, a sustentação teórica para a legitimação da escravidão como fenómeno social. Os argumentos religiosos assumiram especial relevo nas sociedades cristãs da Europa Ocidental, onde a escravatura, com mais ou menos evidência, consoante as épocas e os lugares, desempenhou uma função essencial. Por esse facto, o texto bíblico e a perspectiva do pensamento cristão, como principais fundamentos da posição defendida pela Igreja, não devem ser descurados. A interpretação desses textos revela-se bastante elucidativa, estabelecendo nexos entre realidades históricas e simbólicas, e criando mundividências que explicam e legitimam essa condição humana.
Original languagePortuguese
Title of host publicationSenhores e Escravos nas Sociedades Ibero-Atlânticas
EditorsMaria do Rosário Pimentel, Maria do Rosário Monteiro
Place of PublicationLisboa
PublisherCHAM & Húmus
Pages395-438
Number of pages44
ISBN (Print)978-989-755-317-2
Publication statusPublished - 2019
EventCongresso Internacional "Senhores e Escravos nas Sociedades Ibero-atlânticas" - Faculdade de Ciências Sociais e Humanas- Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, Portugal
Duration: 9 Apr 201313 Apr 2013
http://www.comparatistas.edu.pt/actividades/destaque/congresso-internacional-senhores-e-escravos-nas-sociedades-ibero-atlanticas.html

Publication series

NameEstudos & Documentos
PublisherCHAM
Number26

Conference

ConferenceCongresso Internacional "Senhores e Escravos nas Sociedades Ibero-atlânticas"
CountryPortugal
CityLisboa
Period9/04/1313/04/13
Internet address

Keywords

  • Escravatura
  • Pecado
  • Pensamento cristão
  • Direito Natural
  • Unidade e diversidade humana

Cite this

Pimentel, M. R. P. C. (2019). A pretexto do pecado. In M. D. R. Pimentel, & M. D. R. Monteiro (Eds.), Senhores e Escravos nas Sociedades Ibero-Atlânticas (pp. 395-438). (Estudos & Documentos; No. 26). Lisboa: CHAM & Húmus.