A Morte do Diabo no contexto da cultura músico-­teatral em Lisboa e do discurso crítico de Eça de Queirós

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

Abstract

Nas Crónicas do Distrito de Évora (1867), como já procurei demonstrar noutra ocasião, Eça de Queirós - o jovem Eça de Queirós, com pouco mais de vinte anos - situa-se numa perspectiva de «crítica da cultura» que se distingue pela sua contundência.
Original languagePortuguese
Title of host publicationA Morte do Diabo (de Eça de Queirós com Jaime Batalha Reis & Augusto Machado)
EditorsIrene Fialho , Mário Vieira de Carvalho , José Brandão
Place of PublicationLisboa
PublisherCaminho
Pages51-­85
Number of pages34
ISBN (Print)978-­972-­21-­2621-­2
Publication statusPublished - 2013

Keywords

  • Eça de Queirós
  • Música
  • Sociologia

Cite this

Carvalho, M. A. P. V. (2013). A Morte do Diabo no contexto da cultura músico-­teatral em Lisboa e do discurso crítico de Eça de Queirós. In I. F., M. V. D. C., & J. B. (Eds.), A Morte do Diabo (de Eça de Queirós com Jaime Batalha Reis & Augusto Machado) (pp. 51-­85). Caminho.