A missão diplomática do Duque de Luxemburgo no Rio de Janeiro em 1816 e as duas versões da Missa Sancti Johannis compostas por Sigismund Neukomm (1778 – 1858) e dedicadas ao príncipe D. João

Research output: Contribution to conferenceAbstract

Abstract

Estando a corte e a administração portuguesas sediadas no Rio de Janeiro desde 1808 em virtude das invasões francesas, o príncipe regente D. João recebe em 1816 a missão do embaixador extraordinário de Luís XVIII, o Duque de Luxemburgo, que tinha por objectivo resolver o conflito que opunha Portugal e França quanto à posse da Guiana assim como ao fortalecimento da paz entre as duas nações no seguimento do Congresso de Viena de 1815 após a derrota definitiva de Napoleão. Nos preparativos desta missão diplomática o renomado compositor Sigismund Neukomm (1778-1858), salisburgense radicado em Paris e um dos discípulos prediletos nos últimos anos de Joseph Haydn, esteve entre os artistas convidados a compor a Missão Artística Francesa tendo, no entanto, viajado mais tardiamente na comitiva do embaixador. Nesta viagem o compositor levou consigo uma Missa Sancti Johannis, para uma pequena formação musical de quatro vozes e cordas com indicação autógrafa de Paris, Fevereiro de 1816 e provavelmente destinada ao soberano português, de cuja capela musical certamente já teria notícias. No entanto, entre as obras do "período brasileiro" depositadas na Biblioteca Nacional de França consta uma outra intitulada Gloria in missam sub titulo Sancti Johannis com indicação de Rio de Janeiro, Julho de 1816, escrita em linguagem e formação vocal e instrumental muito ampliadas e distintas relativamente à primeira versão, numa clara adaptação ao gosto mais teatral e italianizante característico da música sacra destinada às celebrações da corte portuguesa. Este estudo tratará dos contrastes, adaptações e opções de Neukomm ao transitar entre a singeleza complexa e a busca de uma grandiloquência teatral entre as duas versões, numa verdadeira "negociação diplomática" de estilos paralela à política, realizada para agradar a um público que "considerava suas composições sacras tristes", como lamentava o próprio compositor.
Original languagePortuguese
Number of pages1
Publication statusPublished - 2016
EventInternational Conference "Diplomacy and Aristocracy as patrons of music and theatre in Europe of the Ancien Régime - Palácio de Queluz, Queluz, Portugal
Duration: 1 Jul 20163 Jul 2016
http://cemsp.blogspot.pt/search?updated-min=2016-01-01T00:00:00Z&updated-max=2017-01-01T00:00:00Z&max-results=7

Conference

ConferenceInternational Conference "Diplomacy and Aristocracy as patrons of music and theatre in Europe of the Ancien Régime
CountryPortugal
CityQueluz
Period1/07/163/07/16
Internet address

Cite this

Bernardes, R. (2016). A missão diplomática do Duque de Luxemburgo no Rio de Janeiro em 1816 e as duas versões da Missa Sancti Johannis compostas por Sigismund Neukomm (1778 – 1858) e dedicadas ao príncipe D. João. Abstract from International Conference "Diplomacy and Aristocracy as patrons of music and theatre in Europe of the Ancien Régime, Queluz, Portugal.