A micropolítica e a dimensão invisível da colectivização das práticas artísticas em Portugal

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contribution

Abstract

Nos últimos anos é possível observar uma tendência entre os artistas de se organizarem coletivamente. Trata-se de um fenómeno cíclico que pode emergir em momentos de incerteza política ou económica, como sublinha Grant Kester. Olhando para o caso português, uma tendência semelhante pode ser notada. Contudo, a História da Arte portuguesa carece ainda de um mapeamento destes coletivos e sobretudo de um apuramento das motivações que estão na origem da sua formação, bem como do impacto da coletivização do trabalho artístico nas artes plásticas (ao nível estético, dos meios e formatos, da dimensão autoral e também na redefinição do próprio conceito de arte).Considerando a noção de comum artístico, pretende-se analisar o papel de elementos como o conhecimento, a linguagem, os códigos, a informação e os afetos para a interação entre os elementos do grupo e a produção do trabalho artístico. Que tipo de semântica a base naturalmente dialógica destes coletivos permite criar? Que saber é este que se produz quando se trabalha em coletivo? Será que podemos falar especificamente de um saber fazer artístico que, quando fundado em coletivo, nos poderá levar a repensar o próprio fazer artístico e a ideia de arte? O que acontece à dimensão autoral do trabalho artístico quando produzido em coletivo? A presente investigação pretende determinar que fatores artísticos, políticos, económicos e sociais poderão estar na origem da criação de um coletivo de artistas e qual o seu contributo para a criação de um comum artístico.
Original languagePortuguese
Title of host publicationAntologia de ensaios
Subtitle of host publicationlaboratório colaborativo: dinâmicas urbanas, património, artes
EditorsPaula André, Paulo Simões Rodrigues, Margarida Brito Alves
Place of PublicationLisboa
PublisherDINÂMIA'CET - IUL
Pages104-116
Number of pages12
ISBN (Electronic)978-989-8905-54-3
Publication statusPublished - 2018
EventLaboratório Colaborativo: Dinâmicas Urbanas, Património e Artes - Museu do Chiado, Lisboa, Portugal
Duration: 15 May 2018 → …

Conference

ConferenceLaboratório Colaborativo
CountryPortugal
CityLisboa
Period15/05/18 → …

Keywords

  • Coletivo
  • Micropolítica
  • Comum artístico
  • Fazer artístico
  • Agir democrático

Cite this

Ermida, R., & Alves, M. B. (2018). A micropolítica e a dimensão invisível da colectivização das práticas artísticas em Portugal. In P. André, P. S. Rodrigues, & M. B. Alves (Eds.), Antologia de ensaios: laboratório colaborativo: dinâmicas urbanas, património, artes (pp. 104-116). Lisboa: DINÂMIA'CET - IUL.