A Mediatização do caso do Bispo do Porto nos jornais portugueses (1958-1969): O poder do jornalismo em tempo de censura

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

38 Downloads (Pure)

Abstract

Este capítulo aborda os constrangimentos e o impacto da cobertura jornalística do regresso do exílio do Bispo do Porto, em 1969. A crescente autonomia do campo jornalístico, a profissionalização e a politização das redações em desenvolvimento durante a década de 60 do século XX permitiram desafiar a narrativa do regime sobre o regresso do prelado após um exílio de 10 anos, iniciado por decisão de Salazar em 1958. Trata-se de um episódio muito significativo da dinâmica relacional entre a Igreja, o Jornalismo e o Regime durante o Marcelismo, que abordamos na perspectiva da história dos média.
Original languagePortuguese
Title of host publicationNotícias em Portugal
Subtitle of host publicationEstudos sobre a Imprensa Informativa (séculos XVI-XX)
EditorsJorge Pedro Sousa
Place of PublicationLisboa
PublisherICNOVA – Instituto de Comunicação da Nova
Pages301-312
Number of pages11
ISBN (Electronic)978‐989‐54285‐3‐3
ISBN (Print)978‐989‐54285‐4‐0
Publication statusPublished - 2018

Publication series

NameLivros ICNOVA

Keywords

  • História do Jornalismo

Cite this

Baptista, C. M. D. S. F. (2018). A Mediatização do caso do Bispo do Porto nos jornais portugueses (1958-1969): O poder do jornalismo em tempo de censura. In J. P. Sousa (Ed.), Notícias em Portugal: Estudos sobre a Imprensa Informativa (séculos XVI-XX) (pp. 301-312). (Livros ICNOVA). Lisboa: ICNOVA – Instituto de Comunicação da Nova.