Abstract

Entre Maio de 2018 e Dezembro de 2019 foi identificado e escavado um contexto cemiterial em Bucelas (Loures), datado entre os séculos XV e XIX. Esta necrópole estaria possivelmente associada à Capela do Espírito Santo, atualmente desaparecida. Muitas das histórias acerca deste sítio ainda estão por contar, sobretudo as relacionadas com a cultura material associada às inumações. Os artefactos mais comuns são as contas, em osso ou vidro, seguidas por alfinetes, fivelas, colchetes, botões e numismas, mas também pendentes, anéis, brincos e pulseiras. Por que razão, num contexto religioso em que o cânone indicava que as exéquias deveriam ser desprovidas de materialidades, essas regras não foram cumpridas? E qual a importância económica, social, cultural e simbólica destes objetos?
Original languagePortuguese
Title of host publicationArqueologia em Portugal 2023
Subtitle of host publicationEstado da Questão
EditorsJosé Morais Arnaud, César Neves, Andrea Martins
Place of PublicationLisboa
Publisher Associação dos Arqueólogos Portugueses/CEAACP/CEIS20/IA-FLUC
Pages1357-1368
Number of pages12
ISBN (Print)978-972-9451-98-0
Publication statusPublished - 2023

Keywords

  • Necrópole
  • Artefactos
  • Simbologia
  • Exéquias

Cite this