A matemática e a música na obra do compositor Iannis Xenakis

Research output: Contribution to conferenceOther

Abstract

Iannis Xenakis figura entre os compositores mais notáveis do século XX. Músico, arquitecto, apaixonado por astronomia e literatura grega antiga, foi um dos primeiros compositores modernos a prever a necessidade de uma abordagem da música mais abrangente, que não se limitasse à tradição da música ocidental. O seu esforço em ultrapassar as barreiras entre a música e outras áreas do conhecimento abriu novos caminhos composicionais. Xenakis utilizou a matemática para compreender e exprimir as bases teóricas subjacentes às suas ideias musicais, levando-o a propor uma formalização da música. Esta apresentação, suportada por representações gráficas e exemplos sonoros, foca duas vertentes distintas, mas complementares, da obra do compositor em que a matemática teve uma influência importante: o indeterminismo e o determinismo. A primeira refere-se à teoria das probabilidades e dá origem ao conceito de música estocástica; a segunda baseia-se na teoria dos grupos para estruturar a combinatória de elementos ou características musicais pré-definidas. Estas duas vertentes delimitam um espaço contínuo entre simetria e assimetria, em relação ao qual Xenakis posiciona as suas escolhas composicionais.
Original languagePortuguese
Publication statusPublished - 17 Jul 2017
EventMatemática e Arte - Universidade de Évora, Portugal
Duration: 17 Jul 2017 → …

Workshop

WorkshopMatemática e Arte
CountryPortugal
Period17/07/17 → …

Keywords

  • Iannis Xenakis
  • Compositor
  • século XX
  • Matemática
  • Música

Cite this