A mão estendida da América e a rejeição de Salazar

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contribution

118 Downloads (Pure)

Abstract

Baseados no pressuposto de que Portugal não conseguia aguentar o esforço militar e económico exigido pela Guerra de guerrilha, Paul Sakwa, da CIA (1962) e Chester Bowles, conselheiro de Kennedy (1963), conceberam dois planos muito semelhantes conducentes à independência de Angola e Moçambique. Prevendo governos autónomos no prazo de oito anos e referendos sobre o tipo de relação a manter com a potência colonizadora, concediam a Holden Roberto (Angola) e a Eduardo Mondlane (Moçambique) o estatuto de «consultores pagos», para, após as independências, assumirem o controlo político dos respectivos países. Como compensação pela perda das colónias, Portugal seria objecto de avultadas doações — entre de quinhentos milhões e mil milhões de dólares — para modernização da sua economia. Em Agosto de 1963, quando o plano Bowles foi apresentado, Salazar recebeu-o com um lacónico e seco: «Portugal não está à venda». Por um lado, o império não podia ser amputado e muito menos objecto de trocas financeiras. Por outro, os dirigentes nacionalistas não lhe mereciam o mínimo crédito. Pretende-se, então, trazer para a discussão o diálogo impossível entre a Administração Kennedy e o governo de Salazar, entre 1961 e 1963.
Original languagePortuguese
Title of host publicationDa descolonização ao pós-colonialismo
Subtitle of host publicationperspectivas pluridisciplinares
EditorsManuel Loff, Ana Sofa Ferreira, João Caramelo
Place of PublicationPorto
PublisherUniversidade do Porto
Pages181-200
Number of pages20
ISBN (Print)978-989-97744-8-3
Publication statusPublished - 2019
EventDa Descolonização ao Pós-colonialismo - Porto, Portugal
Duration: 11 Nov 201513 Nov 2015

Conference

ConferenceDa Descolonização ao Pós-colonialismo
CountryPortugal
CityPorto
Period11/11/1513/11/15

Keywords

  • Portugal
  • Estados Unidos
  • Descolonização
  • Movimentos nacionalistas
  • Guerra colonial
  • Negociações

Cite this

Silveira, M. A. F. D. (2019). A mão estendida da América e a rejeição de Salazar. In M. Loff, A. S. Ferreira, & J. Caramelo (Eds.), Da descolonização ao pós-colonialismo: perspectivas pluridisciplinares (pp. 181-200). Porto: Universidade do Porto.