A lexicultura como instrumento de ensino e aprendizagem de português língua estrangeira: estratégias de acesso à cultura partilhada em sala de aula

Research output: Contribution to conferenceAbstractpeer-review

15 Downloads (Pure)

Abstract

Galisson (1988, 1991) inscreve no quadro da didática das línguas a relação intrínseca entre língua e cultura patente no conceito de lexicultura. Trata-se, sem dúvida, de uma problemática incontornável no ensino e aprendizagem de língua estrangeira, dado o condicionamento cultural que caracteriza a representação mental do mundo real (Diki-Kidiri, 2008) e se espelha no modo como conceptualizamos as línguas. De facto, é possível observar que mesmo os estudantes internacionais que possuem um domínio proficiente da língua (níveis C1 e C2 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas) revelam dificuldades na compreensão de referências culturais específicas veiculadas pelo léxico, o que justifica a hipótese de Galisson (1991, p. 116): «ce qui manque prioritairement aux étrangers désireux de communiquer, c’est, en plus de la langue, la culture partagée des natifs». Considerando a importância que a lexicultura assume no ensino de uma línguacultura, nesta comunicação serão discutidas estratégias dinamizadas em aulas de nível avançado de português língua estrangeira, que visam mobilizar o conhecimento dos aspetos lexiculturais da língua, com ênfase particular para os textos de base humorística, por ser este um dos contextos que maior desafio oferece aos estudantes universitários internacionais, incluindo lusodescendentes. Os aprendentes tiveram contacto com uma multiplicidade de textos orais e escritos com forte carga cultural veiculada, entre outros, por expressões idiomáticas, coloquialismos e calão. O trabalho com elementos lexiculturais foi potencializado por textos com diferentes registos linguísticos, apoiados por materiais audiovisuais autênticos que permitiram a exposição dos aprendentes ao uso real da língua, sempre que possível numa perspetiva pluricêntrica, convocando os alunos à reflexão sobre intenções críticas e usos irónicos da língua. Dado o contexto multicultural que caracteriza estes grupos de estudantes, promoveu-se o debate intercultural por meio da reflexão crítica comparativa entre expressões idiomáticas e provérbios da língua portuguesa e da língua materna dos alunos, criando momentos de sinergia entre culturas. Não só o trabalho com elementos lexiculturais é de suma importância para a apropriação da cultura partilhada (neste caso, portuguesa e lusófona), como os estudantes mostram empenho e grande entusiasmo na realização deste tipo de tarefas.
Original languagePortuguese
Pages42
Number of pages1
Publication statusPublished - Dec 2021
EventJornadas Internacionais de Lexiculturologia: Lexiculturologia – Novas perspetivas e abordagens de investigação, formação e ensino - online, Portugal
Duration: 2 Dec 20213 Dec 2021
https://lexiculturologia.fcsh.unl.pt/en

Conference

ConferenceJornadas Internacionais de Lexiculturologia
Country/TerritoryPortugal
Period2/12/213/12/21
Internet address

Keywords

  • Lexicultura
  • Ensino
  • Português língua estrangeira
  • Cultura partilhada

Fingerprint

Dive into the research topics of 'A lexicultura como instrumento de ensino e aprendizagem de português língua estrangeira: estratégias de acesso à cultura partilhada em sala de aula'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this