A Judiaria da Guarda: Textos e Contextos

Tiago Ramos, Alcina Cameijo, Daniel Martins

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

Abstract

No presente artigo pretendemos dar a conhecer os resultados de uma abordagem multidisciplinar sobre o estudo da Judiaria da Guarda em época medieval. A referência mais antiga da presença judaica na cidade da Guarda remonta a 1295. Desde esta data até à expulsão/conversão dos judeus em 1496 são numerosos os documentos referente à comunidade judaica, ao urbanismo da judiaria e inclusivamente à sua sinagoga. Este facto leva a que a judiaria da
Guarda seja das mais bem documentadas na região centro e consequentemente tenha atraído diferentes investigadores. Não obstante a elevada qualidade
científica da grande maioria dainvestigação realizada, por vezes, a falta de abordagens com disciplinas complementares tem levado a um conhecimento deficitário ou à perpetuação de linhas historiográficas erróneas, nomeadamente a correlação entre marcas cruciformes e presença judaica. Através da conjugação
de revisão bibliográfica e das intervenções arqueológicas, de estudos de urbanismo e de novos contributos arquivísticos é-nos agora possível uma melhor compreensão deste espaço urbano, a desmistificação de certas linhas historiográficas e o estabelecimento de futuras linhas de investigação no que concerne ao conhecimento da presença e quotidianos judaicos na cidade da Guarda.

In this paper we present the results of a multidisciplinary approach on the study
of the Jewish quarter of Guarda in Medieval Times.The earliest reference to the Jewish presence in the city of Guarda dates back to 1295. From this date until the expulsion / conversion of the Jews in 1496 thereare numerous documents relating to the Jewish community, Jewish urbanism and even its synagogue. This fact makes that the Jewish quarter of Guarda is one of the best documented in the Portuguese center region and consequently has attracted different investigators. In spite of the high scientific quality of the vast majority of research, sometimes the lack of approaches with complementary
disciplines has led to a lack of knowledge or to the perpetuation of erroneous
historiographical lines, namely the correlation between cruciform marks and
the Jewish presence. Through the combination of bibliographical review and archaeological interventions, urbanism studies and new archival contributions, a better understanding of this urban space is now possible, the demystification of certain historiographical lines and the establishment of future research lines with regard to the knowledge of Jewish presence and daily life in the city of Guarda.
Original languagePortuguese
Title of host publicationInclusão e Exclusão na Europa Urbana Medieval
EditorsAmélia Aguiar Andrade, Catarina Tente, Gonçalo Silva, Sara Prata
Place of PublicationLisboa
PublisherIEM - Instituto de Estudos Medievais / Câmara Municipal de Castelo de Vide
Chapter14
Pages333-381
Number of pages48
Volume19
ISBN (Print)978-989-54529-0-3, 978-972-9040-16-0
Publication statusPublished - Oct 2019

Keywords

  • Guardal
  • Judiaria
  • Arqueologia medieval
  • Urbanismo
  • Fontes documentais

UN Sustainable Development Goals (SDGs)

  • SDG 4 - Quality Education

Cite this

Ramos, T., Cameijo, A., & Martins, D. (2019). A Judiaria da Guarda: Textos e Contextos. In A. A. Andrade, C. Tente, G. Silva, & S. Prata (Eds.), Inclusão e Exclusão na Europa Urbana Medieval (Vol. 19, pp. 333-381). Lisboa: IEM - Instituto de Estudos Medievais / Câmara Municipal de Castelo de Vide.