A historiografia sobre os escravos em Portugal

Research output: Contribution to journalArticle

216 Downloads (Pure)

Abstract

The article concerns historiography about slavery in Portugal. It begins defending that first Portuguese slavery studies, that were contemporaries of the abolitionist movement, intended to demonstrate slavery universality and to defend Portugal against the accusation of to have been modern slavery initiator. It also concerns of Portuguese slavery historiography renovation, along the last decades of the XX century. This renovation had been promoted by the international influence and the colonial Portuguese empire end. This last success caused the end of the Portuguese conduct justification necessity. It also includes a synthesis of the most recent Portuguese slavery studies.

O artigo aborda a produção historiográfica sobre a presença de escravos em Portugal. Começa por destacar o facto de os primeiros trabalhos realizados sobre este tema, contemporâneos do movimento abolicionista do século XIX, terem sido motivados pela preocupação de demonstrar a universalidade da escravatura, defendendo o país da acusação de ter iniciado a escravidão moderna. Refere-se também à renovação, operada já nas últimas décadas de Novecentos, dos estudos sobre os escravos, que acompanhou a própria actualização da historiografia portuguesa sob a influência científica de outros países, mas que foi também favorecida pela sua libertação da necessidade de justificar o comportamento luso, após a implantação do regime democrático e o fim do império colonial. Procura igualmente sintetizar a historiografia mais recente sobre esta matéria.
Original languagePortuguese
Number of pages28
JournalCultura. Revista de história e teoria das ideias
DOIs
Publication statusPublished - 2014

Keywords

  • Historiografia
  • Escravidão
  • Portugal
  • Historiography
  • Slavery

Cite this