A expressividade temporal da voz materna falada v.s. cantada em díades prematuras durante o método canguru

Research output: Contribution to conferenceAbstract

Abstract

A voz parental contingente dirigida ao bebé prematuro na UCIN tem sido encorajada no sentido de promover a parentalidade ativa nos cuidados neonatais com impacto positivo nos sistemas de regulação comportamental e de interação contingente das díades prematuras. A prática da musicoterapia nos cuidados neonatais tem promovido, igualmente, o papel ativo parental através do canto parental contingente durante o método canguru. A investigação empírica tem destacado o uso de indicadores fisiológicos, de regulação e de atenção e interação contingente do bebé quando exposto à voz materna. No entanto, há que aprofundar o conhecimento acerca das variáveis da voz materna que poderão suscitar impacto nos indicadores de regulação e de interação do bebé prematuro. A presente comunicação pretende descrever as hipóteses e a metodologia de um estudo de microanálise acerca de um protocolo de observação da voz materna falada vs. cantada numa amostra de 36 díades prematuras durante o método canguru observada em contexto ecológico na Unidade de Cuidados Intermédios do Serviço de Neonatologia da Maternidade Dr. Alfredo da Costa, em Lisboa.
Original languagePortuguese
Publication statusPublished - 2017
EventV Seminnaire International Transdisciplinaire sur le Bebé - Auditório do Hospital Pitier Salpetrière, Paris, France
Duration: 5 Jul 20178 Jul 2017
Conference number: integrado no Painel “La communication et le Bébé”

Seminar

SeminarV Seminnaire International Transdisciplinaire sur le Bebé
CountryFrance
CityParis
Period5/07/178/07/17

Keywords

  • Método Canguru
  • psicologia
  • Musicoterapia

Cite this

Carvalho, M. E. S., Rodrigues, H., Justo, J., & Gratier, M. (2017). A expressividade temporal da voz materna falada v.s. cantada em díades prematuras durante o método canguru. Abstract from V Seminnaire International Transdisciplinaire sur le Bebé, Paris, France.