A Energia e a crise. Breve análise da situação portuguesa

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

Abstract

O consumo de energia é um indicador estatístico “diferenciador” do desenvolvimento dos países mas em períodos de grave crise económica, como o que actualmente afecta vários Estados europeus, incluindo Portugal, ele revela muito mais do que isso. A grave crise económica e financeira a que o Portugal chegou e o consequente pedido de ajuda internacional tiveram consequências profundas no dia a dia dos portugueses. O endividamento excessivo e a quebra sucessiva do rendimento das famílias e das empresas, o estrangulamento ao crédito, o desemprego, entre muitos outros, tiveram repercussões directas no abrandamento da economia e, consequentemente, no consumo energético nacional. Nesta apresentação, procuraremos analisar a situação energética portuguesa e as suas contradições face aos constrangimentos da grave crise que atravessamos, perspectivando em que medida ela poderá contribuir para uma maior racionalidade do consumo energético e para a utilização de formas de energia mais limpas e menos dependentes do exterior. Não podemos deixar de nos interrogar que, aos apelos de poupança e consumo mais racional de energia, que precederam a actual crise, se sucedeu a eliminação de incentivos às famílias e um certo silêncio nos apelos, quando seria desejável que ocorresse precisamente o oposto.
Original languageUnknown
Title of host publicationAtas/Proceedings: 18th APDR Congress Innovation and Regional Dynamics
Editors APDR
Place of PublicationFaro
PublisherAPDR
Pages859-869
Editiononline
ISBN (Print)978-989-96353-3-3
Publication statusPublished - 1 Jan 2012

Publication series

NameTransport networks and territory & Economics of natural resources and environmental
PublisherAPDR

Cite this