A cultura visual da Medicina em Portugal: Um programa de pesquisa

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contribution

9 Downloads (Pure)

Abstract

A cultura visual da medicina define-se com base em teses seminais de Erwin Panofsky, Marshall McLuhan, Michel Foucault e Paul Virilio. Nela podem distinguir-se três grandes fases em função do medium de suporte das imagens e das correspondentes iconologias ou lógicas de funcionamento da imagem: 1) a dos tratados anatómicos impressos inaugurada pela obra de Vesálio,
regida por uma lógica formal da imagem; 2) a da radiografia e da fotografia, inaugurada pela técnica radiológica de Roentgen e regida por uma lógica dialéctica da imagem; e 3) a das tecnologias informáticas de imagiologia digital, regida por uma lógica paradoxal da imagem. Sustentada neste quadro teórico, procede-se a uma pesquisa empírica qualitativa que visa aplicá-la aos espécimes
conservados nos arquivos e espólios museológicos portugueses de Medicina com o fim de contextualizar naquela periodização a imagiologia médica (desenhos, gravuras, ilustrações, espécimes cadavéricos, fotografias, radiografias, modelos e manequins anatómicos, imagens digitais, etc.).
Original languagePortuguese
Title of host publicationActas do 7.º SOPCOM
Subtitle of host publicationMeios Digitais e Indústrias Criativas, Os efeitos e os desafios da globalização.
EditorsJosé Azevedo, Moisés Lemos Martins
Place of PublicationPorto
PublisherUniversidade do Porto
Pages2673-2686
Number of pages13
ISBN (Print)978-972-8932-91-6
Publication statusPublished - 1 Jan 2012
Event7ª Congresso da Sopcom: Meios digitais e indústrias criativas - os efeitos e os desafios da globalização - Centro de Estudos das Tecnologias e Ciências da Comunicação, Porto, Portugal
Duration: 15 Dec 201117 Dec 2011
Conference number: 7

Conference

Conference7ª Congresso da Sopcom
CountryPortugal
CityPorto
Period15/12/1117/12/11

Keywords

  • Cultura visual
  • medicina
  • anatomia
  • antropometria
  • imagem

Cite this