A Crise do Jornalismo em Portugal

Carla Maria dos Santos Filipe Baptista (Editor/Coordinator), José Nuno Matos (Editor/Coordinator), Filipa Subtil (Editor/Coordinator)

Research output: Book/ReportBook

Abstract

O jornalismo é uma actividade historicamente fracturada, indecidida, com origens e práticas diversas, enraizadas na história e na cultura. a crise que atravessa tem aspectos estruturais (modelos de negócio frágeis, promiscuidade com o poder político e económico), alguns dos quais decorrentes de uma história recente (perda de receitas publicitárias e de públicos; disrupção tecnológica e identitária).

A versão portuguesa da crise, analisada neste livro, intensifica factores como a desregulação das relações laborais, uma afasia crítica e reflexiva que se traduz na ausência de modelos alternativos de existência; desequilíbrio e distorção na representação de grupos e problemáticas sociais; perda de autonomia dos jornalistas; fortalecimento dos discursos hegemónicos em detrimento do pluralismo e da independência. É um quadro pouco esperançoso.

O conjunto de artigos aqui reunidos, da autoria de jornalistas, académicos e investigadores na área dos media, pretende contribuir para a inversão deste cenário. Porque a esperança se alimenta de um debate aberto e informado.
Original languagePortuguese
PublisherLe Monde Diplomatique e Deriva Editores
Number of pages192
ISBN (Print)9789898701268
Publication statusPublished - Apr 2016

Keywords

  • jornalismo
  • Portugal
  • crise

Cite this

Baptista, C. M. D. S. F., Matos, J. N., & Subtil, F. (2016). A Crise do Jornalismo em Portugal. Le Monde Diplomatique e Deriva Editores.