A cidade para quem? Quotidianos cicláveis nas ruas lisboetas do século XX: Catálogo da Exposição

Translated title of the contribution: The city for whom? Daily velomobilities in Lisbon's streets in the Twentieth Century: Exhibition Catalogue

M. Luísa Sousa (Editor/Coordinator)

Research output: Book/ReportBookpeer-review

210 Downloads (Pure)

Abstract

A visão que temos do passado é fruto e objecto de disputas e de escolhas sobre o que visibilizar. Focarmo-nos apenas na narrativa histórica que descreve a progressiva intensificação da ocupação do espaço público pelo automóvel particular em detrimento de outros meios supostamente mais lentos, como a bicicleta, pode induzir-nos a não perceber as invisibilizações que ocorreram ao longo desse processo, acabando por as reproduzir. Como perceber a importância que a bicicleta teve no quotidiano lisboeta do século XX, como meio de transporte para diversas categorias profissionais, para usos desportivos e também recreativos, para pessoas de diversas idades?
É a partir dessas questões que, com imenso prazer, vos convidamos a percorrer este catálogo da exposição “A cidade para quem?: quotidianos cicláveis nas ruas lisboetas do século XX” e à reflexão à volta do tema. Esta exposição e respectivo catálogo estão enquadrados nas actividades do projecto “Hi-BicLab. Laboratório de História para as Mobilidades Urbanas Sustentáveis: Políticas Cicláveis de Lisboa”, que é financiado por fundos nacionais através da Fundação para a Ciência e a Tecnologia. A exposição foi inaugurada a 11 de Janeiro de 2023, no Centro de Informação Urbana de Lisboa, no âmbito da realização da mesa redonda do Hi-BicLab “Repertórios do passado e a imaginação sobre o futuro: Como o laboratório de História pode contribuir para as políticas cicláveis de Lisboa?”, e circula ao longo de 2023 por mais de sete espaços, entre bibliotecas das instituições de ensino superior participantes no projecto, bibliotecas municipais de Lisboa, ou espaços de juntas de freguesia.
A exposição é fruto de um trabalho coletivo entre pessoas do projecto, M. Luísa Sousa e Diego Cavalcanti, e a antropóloga e cineasta Charlotte Seegers, com quem fizemos o processo de repensar as cenas quotidianas contemporâneas e passadas de Lisboa através de um olhar comparativo, partindo de dez fotografias de ruas cidade entre o início do século XX e o final dos anos sessenta, que seleccionámos do acervo do Arquivo Municipal de Lisboa (Fotográfico) e cujos lugares (re)fotografámos em 2022. Convidamos a pensar que mudanças são perceptíveis na cidade, como a forma de sociabilizar e de se mover mudou desde então, em prol de quais sujeitos a cidade está construída e por fim, mas não menos importante, que cidade queremos no presente e para o futuro.
Translated title of the contributionThe city for whom? Daily velomobilities in Lisbon's streets in the Twentieth Century: Exhibition Catalogue
Original languagePortuguese
Place of PublicationLisboa
PublisherSítio do Livro
Number of pages60
ISBN (Print)978-989-9028-81-4
Publication statusPublished - Jun 2023

Fingerprint

Dive into the research topics of 'The city for whom? Daily velomobilities in Lisbon's streets in the Twentieth Century: Exhibition Catalogue'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this