A avaliação da sustentabilidade: limites e possibilidades no Alto Douro Vinhateiro, Portugal

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

O Alto Douro Vinhateiro, situado no norte interior de Portugal, é uma das mais importantes regiões vinhateiras portuguesas. Nas últimas décadas tem enfrentado graves dificuldades, comuns a muitas áreas rurais do país e do mundo. Problemas como o envelhecimento e perda de população, desemprego, baixa densidade econômica, social e cultural, baixa instrução, dificuldades no setor do vinho, principal cultura da região, deficiente movimento associativo, e difícil entrosamento institucional, entre outros, condicionam o seu desenvolvimento e sugerem que a região pode não estar a ser gerida de modo sustentável. Face a este cenário, desenvolveu-se uma metodologia para avaliar a sustentabilidade regional. Foram utilizados 76 indicadores, agrupados em 23 aspectos e em 5 dimensões. Desta avaliação resultou um valor regional que apresenta a situação da região em relação ao desenvolvimento sustentável. Numa escala de 0 a 100, a região obteve uma pontuação de 57,14 pontos, indicando que a sustentabilidade, a ser implementada como estratégia regional, pode ser altamente benéfica para a melhoria da região.
Original languageUnknown
Pages (from-to)168-193
JournalRevista Sustentabilidade em Debate
Volume4
Issue number2
Publication statusPublished - 1 Jan 2013

Cite this