A autoetnografia como opção metodológica no estudo antropológico das situações de vulnerabilidade

exemplo de um caso de hipotiroidismo

Research output: Contribution to journalArticle

111 Downloads (Pure)

Abstract

O antropólogo confronta-se, desde sempre, com a incapacidade de participar da condição das pessoas que vivem situações de vulnerabilidade, concretamente, devidas a problemas de saúde, ao sofrimento de situações de violência ou mesmo à experiência da clausura. Neste artigo argumenta-se que este ângulo morto da análise antropológica pode ser relativamente superado através de uma abordagem autoetnográfica. Descrevendo a sua experiência pessoal num caso de falência da função tiroideia, o autor fornece indicadores que poderão ajudar a analisar em profundidade as experiências das pessoas que vivem situações de vulnerabilidade.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)290-311
Number of pages21
JournalRevista Pesquisa Qualitativa
Volume5
Issue number8
Publication statusPublished - 2017

Keywords

  • Autoetnografia
  • Procura de ajuda em saúde
  • Vulnerabilidade
  • Discursividade

Cite this

@article{3515a2bce9c34365a74ca2407d1dcd0e,
title = "A autoetnografia como op{\cc}{\~a}o metodol{\'o}gica no estudo antropol{\'o}gico das situa{\cc}{\~o}es de vulnerabilidade: exemplo de um caso de hipotiroidismo",
abstract = "O antrop{\'o}logo confronta-se, desde sempre, com a incapacidade de participar da condi{\cc}{\~a}o das pessoas que vivem situa{\cc}{\~o}es de vulnerabilidade, concretamente, devidas a problemas de sa{\'u}de, ao sofrimento de situa{\cc}{\~o}es de viol{\^e}ncia ou mesmo {\`a} experi{\^e}ncia da clausura. Neste artigo argumenta-se que este {\^a}ngulo morto da an{\'a}lise antropol{\'o}gica pode ser relativamente superado atrav{\'e}s de uma abordagem autoetnogr{\'a}fica. Descrevendo a sua experi{\^e}ncia pessoal num caso de fal{\^e}ncia da fun{\cc}{\~a}o tiroideia, o autor fornece indicadores que poder{\~a}o ajudar a analisar em profundidade as experi{\^e}ncias das pessoas que vivem situa{\cc}{\~o}es de vulnerabilidade.",
keywords = "Autoetnografia, Procura de ajuda em sa{\'u}de, Vulnerabilidade, Discursividade",
author = "Costa, {Jos{\'e} Carlos Pinto da}",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147310/PT# UID/ANT/04038/2013",
year = "2017",
language = "Portuguese",
volume = "5",
pages = "290--311",
journal = "Revista Pesquisa Qualitativa",
issn = "2525-8222",
number = "8",

}

TY - JOUR

T1 - A autoetnografia como opção metodológica no estudo antropológico das situações de vulnerabilidade

T2 - exemplo de um caso de hipotiroidismo

AU - Costa, José Carlos Pinto da

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147310/PT# UID/ANT/04038/2013

PY - 2017

Y1 - 2017

N2 - O antropólogo confronta-se, desde sempre, com a incapacidade de participar da condição das pessoas que vivem situações de vulnerabilidade, concretamente, devidas a problemas de saúde, ao sofrimento de situações de violência ou mesmo à experiência da clausura. Neste artigo argumenta-se que este ângulo morto da análise antropológica pode ser relativamente superado através de uma abordagem autoetnográfica. Descrevendo a sua experiência pessoal num caso de falência da função tiroideia, o autor fornece indicadores que poderão ajudar a analisar em profundidade as experiências das pessoas que vivem situações de vulnerabilidade.

AB - O antropólogo confronta-se, desde sempre, com a incapacidade de participar da condição das pessoas que vivem situações de vulnerabilidade, concretamente, devidas a problemas de saúde, ao sofrimento de situações de violência ou mesmo à experiência da clausura. Neste artigo argumenta-se que este ângulo morto da análise antropológica pode ser relativamente superado através de uma abordagem autoetnográfica. Descrevendo a sua experiência pessoal num caso de falência da função tiroideia, o autor fornece indicadores que poderão ajudar a analisar em profundidade as experiências das pessoas que vivem situações de vulnerabilidade.

KW - Autoetnografia

KW - Procura de ajuda em saúde

KW - Vulnerabilidade

KW - Discursividade

M3 - Article

VL - 5

SP - 290

EP - 311

JO - Revista Pesquisa Qualitativa

JF - Revista Pesquisa Qualitativa

SN - 2525-8222

IS - 8

ER -