A Atracção Dramatúrgica pelo Real: Etnografias do Actor-Não actor

Research output: ThesisDoctoral Thesis

Abstract

Nesta investigação tomo como ponto de partida a presença de não-actores na cena teatral contemporânea para colocar a seguinte questão: o que levará certos encenadores a prescindirem de séculos de aperfeiçoamento do trabalho técnico do actor profissional para o substituir por alguém não treinado, tido como real, por ser recorrentemente chamado a representar-se a si próprio? Esta atracção dramatúrgica pelo real, instaura formas de ruptura artística assentes na busca da autenticidade em cena. Uma ruptura que valoriza a natureza performativa específica do actor-nãoactor e que participa de um processo mais vasto de retorno do real que emergiu ao longo do século XX, instaurando novas convenções na produção artística. Assim, àquela primeira questão, pode juntar-se uma outra: o que acontece quando um indivíduo, que nunca pisou o palco antes, aceita participar num espectáculo profissional que depende da sua fragilidade e exposição? Procuro então, aceder à natureza da experiência que envolve o acesso à cena por parte dos actores-nãoactores, constatando que a sua biografia atravessa permanentemente a dramaturgia. Para tal utilizei a etnografia resultante de trabalho de campo realizado em vários contextos cénicos na zona da grande Lisboa entre final de 2007 e meados de 2015.
Original languagePortuguese
QualificationDoctor of Philosophy
Awarding Institution
  • Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH)
Supervisors/Advisors
  • Leal, João, Supervisor
Award date28 Sep 2016
Publication statusPublished - 2016

Cite this