A aquisição dos pronomes clíticos no português L1

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

603 Downloads (Pure)

Abstract

Neste capítulo, mostramos que as propriedades morfossintáticas dos pronomes clíticos são adquiridas a ritmos diferentes no português europeu como língua materna. Os contextos em que o pronome é obrigatório são de desenvolvimento tardio, possivelmente por haver uma sobregeneralização da construção de objeto nulo. Em contrapartida, a interpretação das propriedades referenciais dos clíticos é adquirida cedo, ao contrário do que acontece quando o pronome é uma forma forte.
Original languagePortuguese
Title of host publicationManual de Linguística Portuguesa
EditorsAna Maria Martins, Ernestina Carrilho
Place of PublicationBerlin, Boston
PublisherDe Gruyter Mouton
Pages431-452
Number of pages22
ISBN (Electronic)978-3-11-039432-0
ISBN (Print)978-3-11-037448-3
Publication statusPublished - 2016

Publication series

NameManuals of Romance Linguistics 16

Keywords

  • Aquisição L1
  • Omissão de clíticos
  • Compreensão

Cite this