10 Hours of a Fireplace Burning

novos produtos e modelos de comunicação audiovisual no quotidiano doméstico

Research output: Contribution to conferenceOther

Abstract

A música pode ser usada como uma prótese que nos indica como pensar e agir em determinados situações e rotinas sendo assim um meio de construção do quotidiano. Controlar o ambiente sonoro de um determinado espaço é, assim, um ato de poder (DeNora 2004).O controle do ambiente sonoro, recorre muitas vezes à difusão de música, no entanto, a paisagem sonora de uma casa é mais do que a música que os seus habitantes usam para preencher esse espaço, sendo importantes e preponderantes o papel de outros sons não musicais, como os emitidos por sinos, pelo trânsito, por aspiradores, liquidificadores, batedeiras elétricas ou smartphones e um sem fim de objetos que preenchem o quotidiano humano (Porfírio 2017). Estes sons conseguem muitas vezes assumir o papel de objeto evocativo (Turkle 2007), através da memoria e da imaginação, transformando o ambiente doméstico num espaço multissensorial (Pink 2009). Os sons das paisagens sonoras, de vários ambientes diferentes, começam a ser usados em novos objetos como as audiofotografias (Frolhich 2004) - que conjugam a imagem com o som de determinado momento, como meio de representação das memórias visuais e auditivas - ou as construções de paisagens sonoras de sítios como ‘Oficina do Pai Natal’, ‘Taberna medieval’ ou o som de uma lareira a arder durante 10 horas, que surgem no youtube, em canais como o Ambience Hub ou The Guild of Ambience.Proponho assim analisar a forma como estes produtos e modelos de comunicação audiovisual são utilizados e colaboram na construção do quotidiano doméstico.
Original languagePortuguese
Publication statusPublished - Nov 2017
EventVII Encontro Nacional de Investigação em Música ENIM 2017 - Universidade do Minho, SPIM, Braga, Portugal
Duration: 9 Nov 201711 Nov 2017

Conference

ConferenceVII Encontro Nacional de Investigação em Música ENIM 2017
Abbreviated titleENIM 2017
CountryPortugal
CityBraga
Period9/11/1711/11/17

Keywords

  • ambiente sonoro
  • audiofotografias
  • youtube
  • quotidiano doméstico

Cite this

Porfírio, J. (2017). 10 Hours of a Fireplace Burning: novos produtos e modelos de comunicação audiovisual no quotidiano doméstico. VII Encontro Nacional de Investigação em Música ENIM 2017, Braga, Portugal.
@conference{c0232f55f19649c9a90dc072c08f90a9,
title = "10 Hours of a Fireplace Burning: novos produtos e modelos de comunicação audiovisual no quotidiano doméstico",
abstract = "A m{\'u}sica pode ser usada como uma pr{\'o}tese que nos indica como pensar e agir em determinados situa{\cc}{\~o}es e rotinas sendo assim um meio de constru{\cc}{\~a}o do quotidiano. Controlar o ambiente sonoro de um determinado espa{\cc}o {\'e}, assim, um ato de poder (DeNora 2004).O controle do ambiente sonoro, recorre muitas vezes {\`a} difus{\~a}o de m{\'u}sica, no entanto, a paisagem sonora de uma casa {\'e} mais do que a m{\'u}sica que os seus habitantes usam para preencher esse espa{\cc}o, sendo importantes e preponderantes o papel de outros sons n{\~a}o musicais, como os emitidos por sinos, pelo tr{\^a}nsito, por aspiradores, liquidificadores, batedeiras el{\'e}tricas ou smartphones e um sem fim de objetos que preenchem o quotidiano humano (Porf{\'i}rio 2017). Estes sons conseguem muitas vezes assumir o papel de objeto evocativo (Turkle 2007), atrav{\'e}s da memoria e da imagina{\cc}{\~a}o, transformando o ambiente dom{\'e}stico num espa{\cc}o multissensorial (Pink 2009). Os sons das paisagens sonoras, de v{\'a}rios ambientes diferentes, come{\cc}am a ser usados em novos objetos como as audiofotografias (Frolhich 2004) - que conjugam a imagem com o som de determinado momento, como meio de representa{\cc}{\~a}o das mem{\'o}rias visuais e auditivas - ou as constru{\cc}{\~o}es de paisagens sonoras de s{\'i}tios como ‘Oficina do Pai Natal’, ‘Taberna medieval’ ou o som de uma lareira a arder durante 10 horas, que surgem no youtube, em canais como o Ambience Hub ou The Guild of Ambience.Proponho assim analisar a forma como estes produtos e modelos de comunica{\cc}{\~a}o audiovisual s{\~a}o utilizados e colaboram na constru{\cc}{\~a}o do quotidiano dom{\'e}stico.",
keywords = "ambiente sonoro, audiofotografias, youtube, quotidiano dom{\'e}stico",
author = "Jo{\~a}o Porf{\'i}rio",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147237/PT# UID/EAT/00693/2013; null ; Conference date: 09-11-2017 Through 11-11-2017",
year = "2017",
month = "11",
language = "Portuguese",

}

Porfírio, J 2017, '10 Hours of a Fireplace Burning: novos produtos e modelos de comunicação audiovisual no quotidiano doméstico' VII Encontro Nacional de Investigação em Música ENIM 2017, Braga, Portugal, 9/11/17 - 11/11/17, .

10 Hours of a Fireplace Burning : novos produtos e modelos de comunicação audiovisual no quotidiano doméstico. / Porfírio, João .

2017. VII Encontro Nacional de Investigação em Música ENIM 2017, Braga, Portugal.

Research output: Contribution to conferenceOther

TY - CONF

T1 - 10 Hours of a Fireplace Burning

T2 - novos produtos e modelos de comunicação audiovisual no quotidiano doméstico

AU - Porfírio, João

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147237/PT# UID/EAT/00693/2013

PY - 2017/11

Y1 - 2017/11

N2 - A música pode ser usada como uma prótese que nos indica como pensar e agir em determinados situações e rotinas sendo assim um meio de construção do quotidiano. Controlar o ambiente sonoro de um determinado espaço é, assim, um ato de poder (DeNora 2004).O controle do ambiente sonoro, recorre muitas vezes à difusão de música, no entanto, a paisagem sonora de uma casa é mais do que a música que os seus habitantes usam para preencher esse espaço, sendo importantes e preponderantes o papel de outros sons não musicais, como os emitidos por sinos, pelo trânsito, por aspiradores, liquidificadores, batedeiras elétricas ou smartphones e um sem fim de objetos que preenchem o quotidiano humano (Porfírio 2017). Estes sons conseguem muitas vezes assumir o papel de objeto evocativo (Turkle 2007), através da memoria e da imaginação, transformando o ambiente doméstico num espaço multissensorial (Pink 2009). Os sons das paisagens sonoras, de vários ambientes diferentes, começam a ser usados em novos objetos como as audiofotografias (Frolhich 2004) - que conjugam a imagem com o som de determinado momento, como meio de representação das memórias visuais e auditivas - ou as construções de paisagens sonoras de sítios como ‘Oficina do Pai Natal’, ‘Taberna medieval’ ou o som de uma lareira a arder durante 10 horas, que surgem no youtube, em canais como o Ambience Hub ou The Guild of Ambience.Proponho assim analisar a forma como estes produtos e modelos de comunicação audiovisual são utilizados e colaboram na construção do quotidiano doméstico.

AB - A música pode ser usada como uma prótese que nos indica como pensar e agir em determinados situações e rotinas sendo assim um meio de construção do quotidiano. Controlar o ambiente sonoro de um determinado espaço é, assim, um ato de poder (DeNora 2004).O controle do ambiente sonoro, recorre muitas vezes à difusão de música, no entanto, a paisagem sonora de uma casa é mais do que a música que os seus habitantes usam para preencher esse espaço, sendo importantes e preponderantes o papel de outros sons não musicais, como os emitidos por sinos, pelo trânsito, por aspiradores, liquidificadores, batedeiras elétricas ou smartphones e um sem fim de objetos que preenchem o quotidiano humano (Porfírio 2017). Estes sons conseguem muitas vezes assumir o papel de objeto evocativo (Turkle 2007), através da memoria e da imaginação, transformando o ambiente doméstico num espaço multissensorial (Pink 2009). Os sons das paisagens sonoras, de vários ambientes diferentes, começam a ser usados em novos objetos como as audiofotografias (Frolhich 2004) - que conjugam a imagem com o som de determinado momento, como meio de representação das memórias visuais e auditivas - ou as construções de paisagens sonoras de sítios como ‘Oficina do Pai Natal’, ‘Taberna medieval’ ou o som de uma lareira a arder durante 10 horas, que surgem no youtube, em canais como o Ambience Hub ou The Guild of Ambience.Proponho assim analisar a forma como estes produtos e modelos de comunicação audiovisual são utilizados e colaboram na construção do quotidiano doméstico.

KW - ambiente sonoro

KW - audiofotografias

KW - youtube

KW - quotidiano doméstico

M3 - Other

ER -

Porfírio J. 10 Hours of a Fireplace Burning: novos produtos e modelos de comunicação audiovisual no quotidiano doméstico. 2017. VII Encontro Nacional de Investigação em Música ENIM 2017, Braga, Portugal.