Quando a colaboração se torna poder: o coletivo ZoINA no contexto das práticas artísticas feministas

Activity: Talk or presentationOral presentation

Description

Em 1999, é criado no Porto um dos primeiros coletivos de artistas feministas em Portugal, constituído por Ana Medeira, Carla Cruz, Catarina Carneiro de Sousa e Isabel Carvalho. Em entrevista, a artista Carla Cruz recorda o modo como o contexto da FBAUP e o crescente interesse pelos estudos feministas as levaram a questionar o papel da mulher no mundo da arte e a predominância de modelos de artistas masculinos nos anacrónicos programas da Faculdade de Belas-Artes: “Então começas a perguntar qual vai ser o teu papel. O meu papel são as artes decorativas, afinal? Portanto, a arte com A grande é para os homens, os grandes temas, e nós vamos fazendo umas coisas, vamos adornar”. Instigadas pelas mesmas perguntas e por processos criativos comuns, estas artistas decidem criar a ZoINA. Colectivo que, num tom provocatório, privilegia a intervenção no espaço público e que, à semelhança de outros coletivos de artistas à época, cria uma espécie de curto-circuito no sistema das artes, reconfigurando convenções de autoria e desconstruindo as estruturas dominantes do poder institucional.
Partindo da recolha de testemunhos inéditos, do levantamento de catálogos de exposições e da sua receção crítica na imprensa, esta comunicação pretende compreender, à luz dos diferentes paradigmas do operantes na teoria e nas práticas artísticas feministas coevas, como é que a lógica de grupo e a tomada de consciência coletiva vem desalinhar geografias de poder patriarcais no Porto dos anos 90.
Period11 Sep 2020
Event titleColóquio Internacional «Mulher(es) e poder(es)»
Event typeConference
Degree of RecognitionInternational