Os sons contam muitas histórias: considerações sobre a temporalidade dos sons e a historicidade das paisagens sonoras

Fonseca, N. (Invited speaker)

Activity: Talk or presentationInvited talk

Description

Os sons são entidades temporais, que ocorrem num determinado momento, duram mais ou menos tempo e desaparecem, para sempre. Os sons são, portanto, acontecimentos contingentes, mais ou menos duradouros, mas efémeros e irrepetíveis. Por outro lado, é importante considerar que esses acontecimentos não existem isoladamente: os sons produzem-se pelo choque entre corpos, pelo seu movimento ou pela sua vibração e, sobretudo, pela perturbação de um meio que torna possível a sua audição. É importante pois falar de uma multiplicidade de sons, que resulta sempre da interacção com um meio e da complexa rede ressonante que os sons estabelecem entre os corpos que os geram, que os reflectem, refrangem ou absorvem e que por eles são afectados. É essa inscrição dos sons no tempo e o complexo contexto em que ocorrem que permite dizer que cada som conta muitas histórias.
Falar de paisagens sonoras é, portanto, não só considerar a temporalidade dos sons mas a sua historicidade, a sua inscrição num determinado tempo histórico, numa determinada comunidade de agentes sonoros e ouvintes e numa cultura complexa de representações simbólicas e diferentes sensibilidades. Pretende-se aqui pois fazer um conjunto de considerações críticas sobre essa temporalidade a partir da ontologia dos sons e sobre a historicidade das paisagens sonoras, avaliando ainda as condições de possibilidade do uso historiográfico dessa noção - "paisagem sonora" - a qual, ela própria, conta muitas histórias.
Period3 Dec 2020
Event titleX Simpósio Internacional de Musicologia
Event typeConference
LocationGoiás, Brazil
Degree of RecognitionInternational