Os emojis como marcadores discursivos nas redes sociais: análise contrastiva em Português e em Francês, Colóquio Internacional Marcadores Discursivos: o Português como Referência Contrastiva

Marques, I. S. (Speaker), Seara, I. (Speaker), Sebastião, I. (Speaker)

Activity: Talk or presentationOral presentation

Description

Os estudos pragmático-discursivos sobre escrita digital questionam o papel dos emojis, considerando que são processos mais visíveis de compensação da ausência de face a face, recriando, de certo modo, a oralidade na escrita (Marcoccia & Gauducheau, 2007: 39). Os emojis, usados quotidianamente, assumem, pois, uma dimensão performativa da atitude do locutor, influenciando consequentemente os enunciados adjacentes. Realizam implicitamente determinados atos de discurso e configuram elementos essenciais no processo interpretativo das mensagens, pois expressam emoções e dão indicações sobre a força ilocutória dos enunciados a que se antepõem ou a que se pospõem. O estatuto icónico obriga os utilizadores, como descreve Klinkenberg (2009), a desencadear inferências dos enunciados escritos, pelo que para além de marcadores discursivos assumem a sua função modalizadora e de explicitação do ethos do enunciador. O objetivo deste estudo é o de analisar os emojis enquanto representações icónicas do verbal e do paraverbal, mostrando que, para além do seu valor lúdico, estético ou distintivo, encerram várias funções semântico-pragmáticas, nomeadamente como marcadores discursivos. Corroborando as reflexões de Lombart (“Emoticons are one of the most noticeable cyberlocutor strategies”) e de Dresner & Herring (“Emoticons are almost universally conceived of as nonverbal indicators of emotion”), mostraremos que os emojis assumem funções similares às dos marcadores discursivos convencionais, nomeadamente a expressiva, interpretativa, relacional, de atenuação e de intensificação, de cortesia (Marcoccia & Gauducheau, 2007). Pretende-se, em suma, através de uma metodologia qualitativa, demonstrar que os emojis estabelecem, tal como os marcadores discursivos canónicos, uma relação dialógica e que o seu estatuto icónico tem um papel essencial na dinâmica das interações, pois incitam os interlocutores a descortinar inferências do conteúdo proposicional dos enunciados escritos, podendo ser de redundância, de diferença e de oposição (Klinkenberg, 2009). A análise discursiva-pragmática, alicerçada sobretudo nos trabalhos de Searle (2009), Marcoccia (2000), Baron (2008) e Yus (2011)) centrar-se-á num corpus de posts e comentários recolhidos nas páginas oficiais de dois grandes clubes europeus de futebol, no caso de Portugal, o Sporting Club Portugal e, no caso da França, o Paris Saint Germain.
Period13 Dec 2018
Held atUniversidade do Porto, Portugal
Degree of RecognitionInternational

Keywords

  • Emojis
  • Marcadores discursivos
  • Análise discursivo-pragmática
  • Facebook