’Isto Stalin(do), está!’- Análise discursiva da violência verbal nas redes sociais

Activity: Talk or presentationOral presentation

Description

A reflexão sobre a dimensão da violência verbal nos discursos e, nomeadamente, nas redes sociais, impõe-se nos estudos do discurso pela necessidade de compreender o fenómeno na perspetiva da sua produção e do seu funcionamento para que se possa doravante equacionar a sua prevenção na construção quer da identidade individual, quer social. Neste estudo, pretende-se proceder a uma análise da construção interativa do discurso em interações conflituosas nas redes sociais, procedendo a uma reflexão sobre a violência verbal, do ponto de vista linguístico. O enquadramento teórico deste estudo parte de uma concepção interacionista e sócio-pragmática da língua (Kerbrat-Orecchioni 1992, 2001), convocando conceitos da análise conversacional, das teorias da cortesia (Brown & Levinson 1987, Kerbrat-Orecchioni 2004, Marques 2008), da análise sociolinguística (Auger, Fracchiola, Moïse e Schultz-Romain, 2008, e Fracciola et al. (éds) 2013) e, naturalmente, da preservação das faces (Brown & Levinson 1987, Goffman 1973, 1974), privilegiando uma análise pragmática dos atos de fala que incidem na qualificação pejorativa e injuriosa do outro, incidindo nos FTAs (Face Threatning acts). Partindo do pressuposto de que a violência verbal deve ser analisada a através da “montée en tension contextualisée” (Fracchiolla et al 2013), serão analisados os marcadores discursivos de ruptura, os atos depreciativos, as expressões que potenciam o conflito verbal. Conhecendo a complexidade do fenómeno da violência verbal, e sendo esta constitutiva dos discursos dos movimentos sociais, contestatários, este estudo pretende analisar algumas estratégias verbais, expressas nomeadamente por atos como chantagens, insultos (graves e reiterados), ameaças, instigação à discriminação, a partir do modelo elaborado pelo Groupe de Recherche sur la Violence Verbale (Fracchiola et al 2013) que distingue duas formas de violência verbal: uma intencional (deliberadamente pensada pelo locutor) e a outra não-intencional (menos explícita na enunciação, mas sentida e interpretada como tal pelo receptor). O corpus para este estudo foi recolhido nas redes sociais, nos meses de abril e maio de 2019, sendo o tema escolhido um tema fraturante quer a nível partidário, quer a nível social (o tempo de contagem de tempo de serviço dos professores em Portugal). Por sua vez, o método de análise será o da análise das interações numa perspetiva pragmático-discursiva, destacando a finalidade ilocutória, a partir da formulação direto/indireto e identificando o(s) tipo)s) de violência verbal (fulgurante, polémica ou dissimulada), de acordo com o quadro teórico mencionado.
Period10 Oct 2019
Event titleXXXV Encontro Nacional da APL
Event typeConference
Conference number35
LocationBraga, Portugal
Degree of RecognitionNational

Keywords

  • Violência verbal
  • Análise pragmático-discursiva
  • FTAs - atos ameaçadores da face
  • Redes sociais