Estudo da terminologia do sector aduaneiro angolano a partir da análise de corpus textual

Activity: Talk or presentationOral presentation

Description

O comércio internacional em Angola é caracterizado, predominantemente, pela prática das atividades de importação de mercadorias, que consistem, fundamentalmente, na aquisição de bens industrializados (cf. MINFIN, 2014). Assim sendo, a atividade da importação tem como ação final o “desalfandegamento” da mercadoria. De um ponto de vista terminológico, estas duas atividades pressupõem a ativação de unidades terminológicas tais como “importar”, “desalfandegar”, “desalfandegamento”, “desalfandegamento aduaneiro”, “mercadoria despachada”, “mercadoria cativa”. O conjunto destas unidades perfazem campos lexicais e conceptuais que poderão contribuir para a compreensão do domínio (Costa & Silva: 2008) e assim elaborar um recurso terminológico. Para esta comunicação, iremos focalizar-nos nos termos nucleares “importação”, “desalfandegamento” e “mercadorias” em diferentes textos, para verificar se as unidades em questão designam os mesmos conceitos, e adquirem o mesmo sentido quer na legislação vigente do sector, quer nos textos produzidos em contexto de especialidade, bem como nas operações de importação e desalfandegamento realizados na prática. Em termos de análise léxico-semântica, sabemos que conceitos designados pelas unidades “importação” e “desalfandegamento” correspondem a atos ou efeitos, enquanto “mercadoria” é o objeto sobre o qual recai o ato ou efeito das referidas atividades. Pretendemos com a análise do corpus descrever de forma sistemática, as relações léxico-semânticas que se estabelecem entre os diferentes termos, para assim estruturar os campos lexicais e conceptuais do domínio. Para levar a cabo a nossa análise, compilámos um corpus que, nesta fase, é constituído por um total de 900.527,00 ocorrências (Tokens), cuja tipologia dos textos consiste em legislações, regulamentos e documentos de identificação da mercadoria. O documento de identificação da mercadoria é habitualmente produzido pelas alfândegas, e tem por finalidade a identificação dos dados da mercadoria e do importador. Tais documentos emanam das principais instituições responsáveis pelo processo de importação de mercadorias em Angola. O tratamento semiautomático do corpus será efetuado com o Sketch Engine1, para identificar os micro-contextos em que ocorrem as unidades “importação”, “desalfandegamento” e “mercadorias” com a finalidade de encontrar combinatórias terminológicas em que estas três unidades ocorrem. Assim, pretendemos identificar fraseologias, colocações, bem como unidades terminológicas polilexicais associadas às unidades em estudo. Para fazer o levantamento, iremos recorrer a duas funções do Sketch Engine, a saber: o Word Sketch2 cuja função é “process the word’s collocates and other words in its surroundings” e o N-gram tool3 em que “The user has a choice of filtering options including regular expressions to specify in detail which n-grams should have their frequency generated”. Deste modo, nesta comunicação iremos (i) descrever a metodologia para a constituição do corpus de especialidade; (ii) apresentar de forma sucinta o Sketch Engine; (iii) analisar as ocorrências dos candidatos a termo em estudo; (iv) discutir criticamente a metodologia utilizada e os resultados obtidos; (v) apresentar técnicas para a validação de termos; (vi) propor recurso terminológico para o sector.
Period3 Jul 2021
Event titleXV(21) Fórum de Partilha Linguística
Event typeConference
LocationPortugal
Degree of RecognitionInternational

Keywords

  • Corpus de especialidade
  • Tratamento semiautomático do corpus
  • Terminologia
  • Unidades terminológicas polilexicais