Da vinculação à arte de urdir tecidos humanos e paisagens de ouvir

Activity: Talk or presentationInvited talk

Description

"Uma ideia subentendida na investigação sobre Música é a de que “A Música” tem o poder de conectar os seres humanos. Mas, de que falamos quando falamos de Música? A multiplicidade de ritos, práticas e costumes onde a “Música” está presente (de forma assumida ou tácita) revela um campo de significados demasiado amplo para que um termo apenas seja claro o suficiente. Desse modo, nesta apresentação adaptamos o conhecido verso de Gertrude Stein: “A Música é a Música é a Música”. Esta ambiguidade semiótica encoraja-nos a um itinerário que começa na ideia de que, desde o nascimento (senão antes) os seres humanos estão biologicamente preparados para se conectarem. Partimos assim do conceito de vinculação, e daí derivamos por entre palavras e conceitos que nos levam ao que, de acordo com a nossa definição de Música, pretendemos demonstrar: que esta nos liga ao que é essencialmente humano. E que, por isso mesmo, é importante, imprescindível, à sobrevivência da espécie. Mesmo quando uma pandemia como a COVID-19 amordaça a voz e o subtil comunicar latente na partilha do mesmo espaço físico. Partilhamos como é que nestas circunstâncias a Música foi parte da estratégia de resiliência e esperança da Companhia de Música Teatral, depois de uma “periscópica” visita ao percurso deste coletivo, cujo trabalho também faz uso da “Música” como meio e processo de construção e manutenção de comunidades e redes de comunicação. De tal modo, que temos hoje uma nova - solipsista - definição de Música."
Period13 Dec 2021
Event titleColóquio: Identidades e Comunidades Musicais
Event typeConference
LocationBraga, Portugal
Degree of RecognitionNational