As palavras do opositor político: o “discurso representado” como expressão da opinião

Activity: Talk or presentationOral presentation

Description

Os discursos pronunciados por representantes políticos na ONU são um foco de interesse da imprensa internacional, porque através da sua divulgação e reinterpretação as ideologias dos locutores são definidas. Dado o seu potencial impacto, os locutores concebemos com grande cuidado para atingir os seus fins sócio-discursivos. O objetivo deste trabalho é analisar esses discursos evidenciando o modo como o locutor político recorre à citação das palavras do seu opositor mediante o emprego do “discurso representado” (Rabatel 2003) enquanto estratégia discursiva, desvalorizando o posicionamento parafraseado para transmitir a própria ideologia. Para tal, o locutor-enunciador manifesta a subjetividade por meio de vários recursos linguísticos, nomeadamente o “effacement énonciatif” (Vion 2001, Rabatel 2003, 2004) e a presença explícita ou implícita de “verbos de processo mental” (Rabatel 2003:52), a saber: verba sentiendi, dicendi, putandi e de estruturação. O quadro teórico do presente trabalho sustenta-se em conceitos enunciativos de “discurso representado” (Rabatel 2003 & Vion 2004) e “ponto de vista” (Rabatel 1998) pertencentes à Análise do Discurso de linha francesa. No que diz respeito à questão ideológica, esta é abordada através da proposta sociolinguística de Thompson (1990) a qual visa os modos e as estratégias de construção simbólica da ideologia. Destas últimas destacamos a “narrativização” e o “expurgo do outro”. A metodologia centra-se na análise linguística de uma amostra de paráfrases constituída pela seleção de três excertos de três discursos políticos proferidos na ONU pela Presidenta da Argentina Cristina Fernández (2013 e 2014) e pelo Embaixador da Bolívia na ONU, Sacha Llorenti (2017). O escopo da análise é a caracterização da forma de inscrição linguística tanto da subjetividade como da ideologia presentes na amostra. Os resultados evidenciam como a utilização do “discurso representado” permite ao locutor introduzir dois pontos de vista contraditórios assumindo um certo grau de responsabilidade diante das palavras convocadas por meio do uso de “verbos de processo mental” que veiculam simultaneamente opiniões e emoções.
Period19 Nov 2021
Event title7th International Conference on Grammar & Text
Event typeConference
LocationPortugal
Degree of RecognitionInternational

Keywords

  • Discurso representado
  • Estratégia discursiva
  • Subjetividade
  • Sociolinguística