Ao serviço da Rainha: poder informal, agency e micropolítica feminina na monarquia constitucional portuguesa

Activity: Talk or presentationOral presentation

Description

O novo regime constitucional e a legislação liberal trouxeram várias alterações à Casa das Rainhas, nacionalizando os seus bens e transformando-a numa organização dependente da Casa Real. Mas não só. A constituição da Casa da Rainha D. Maria II significou um estreitamento das vias de acesso feminino a esta instituição, restringindo o número de senhoras que aí prestou serviço, bem como das categorias dos diferentes ofícios femininos, fenómeno que se manteve até à extinção da Casa Real, com a implantação da República. Por outro lado, os vários textos constitucionais e, em particular, a Carta Constitucional de 1826, que durante mais tempo vigorou durante a monarquia constitucional, limitaram o poder régio. A representação da nação portuguesa passava a ser partilhada entre o rei e as cortes gerais, pertencendo àquele a sanção régia do poder legislativo, a responsabilidade última do poder executivo e o poder de moderação, que garantisse o equilíbrio dos restantes poderes. A emergência das Cortes Gerais poderá ter eclipsado a corte como centro do poder político e, ainda que às mulheres tivesse sido sempre vedado a participação activa na vida política, estes factores terão inviabilizado, ou pelo menos dificultado, a possibilidade do exercício do seu poder informal, da sua agency ou dos seus actos de micropolítica. Nesse sentido, importa analisar a casa da rainha na média duração ao longo da monarquia constitucional, de forma a compreender as alterações que o novo regime lhe impôs e o seu impacto, nomeadamente a nível das suas servidoras. Para além da identificação dos seus recursos humanos femininos e o seu processo de recrutamento, da observação das suas funções e trabalho desempenhado, importa analisar de que forma esta instituição poderá ter continuado a ser um centro de poder, ainda que informalmente, possibilitando a manutenção de privilégios nas elites aristocráticas femininas do reino de Portugal ao longo do século XIX e inícios do século XX.
Period20 Jun 2022
Event titleTrabalho (no) feminino: : percursos e geografias
Event typeConference
LocationPonta Delgada, Portugal
Degree of RecognitionInternational

Keywords

  • History
  • Casa da Rainha
  • Monarquia Constitucional
  • Royal Family
  • Aristocracy
  • Ladies-in-waiting
  • Micropolitics
  • Agency
  • Queenship
  • Power
  • Poder informal
  • Elites
  • Século XIX
  • Informal Politics
  • Queen
  • Gender Studies
  • Women History
  • Women empowerment
  • Women Writers
  • Mulheres