A sinopse: Um percurso didático para apropriação do género

Estrela, A. (Speaker), Patrícia Santos Ferreira (Speaker), Teixeira, C. (Speaker)

Activity: Talk or presentationOral presentation

Description

No campo das artes visuais, a sinopse define-se como um texto de curta extensão que acompanha, geralmente, as obras no contexto de uma exposição ou da sua reprodução em catálogos. Concilia habitualmente um caráter informativo e apelativo, contribuindo para a interpretação da obra e respetiva divulgação. No contexto português, este género textual, ainda pouco estudado, é apresentado aos estudantes que frequentam cursos artísticos. Uma vez que os géneros textuais funcionam dentro do contexto das atividades sociais a que se encontram ligados, é importante ressaltar a sua natureza empírica e o seu dinamismo (Coutinho, 2019). Tendo este pressuposto em consideração, o objetivo deste estudo é apresentar as características da sinopse, no que diz respeito ao conteúdo, à estruturação temática e também às marcas linguísticas, e descrever a realização de um percurso de apropriação do género por estudantes do 1.º ano de uma licenciatura em artes visuais e tecnologia de uma instituição portuguesa de ensino superior. Para concretizar os objetivos delineados, atuou-se em duas fases: na primeira, fez-se uma análise de 10 sinopses que foram reproduzidas em exposições nos últimos anos e extraíram-se as suas principais características; na segunda fase, construi-se e colocou-se em prática uma sequência didática adaptada a partir de Dolz, Noverraz e Schneuwly (2004). Nesta fase, foi operacionalizado um percurso cíclico de ensino do género textual, enquadrando quatro eixos: leitura de textos do género-alvo (i), desconstrução/ reflexão (ii), construção/ reflexão (iii) e reconstrução/ reflexão (Sousa, Silva & Ferreira, 2011). Esta sequência permitiu que os estudantes explorassem e comparassem textos e que descobrissem características relevantes do género. Depois da partilha das descobertas individuais, procedeu-se a uma sistematização, que serviu de orientação para a produção textual. Cada estudante planificou, produziu, reviu e reformulou 3 a 5 sinopses individualmente, realizando concomitantemente trabalho diferenciado, tendo em conta as fragilidades detetadas nos seus textos, nomeadamente através de laboratórios gramaticais. A qualidade textual é de natureza multidimensional (Salas & Tolchinsky, 2017), entrecruzando-se nesta construção diferentes elementos e mecanismos linguísticos de textualização que garantem a coerência, a coesão, a adequação e a correção dos enunciados. Participaram no estudo cerca de 90 estudantes que frequentaram a unidade curricular, no ano letivo de 20/21. Os resultados preliminares apontam para a existência de algumas dificuldades em esvaziar a sinopse de dados biográficos do próprio artista e em definir claramente a arte, entenda-se uma exposição ou um objeto, como o foco da sinopse, e a hesitação entre sujeitos gramaticais. Ao nível da correção linguística, destacam-se desvios associados à pontuação, ortografia, sintaxe e léxico, essencialmente. Com este trabalho, vinca-se, por um lado, a ideia de que a sinopse, enquanto género textual académico e de formação profissional, carece de mais alguma investigação, e, por outro, reforça-se a relevância da sua exploração do ponto de vista didático de forma integrada, agregando-se dimensões várias que interferem na apropriação do género e na qualidade textual.
Period10 Sep 2021
Event title2.º Encontro Nacional sobre Discurso Académico: null
Event typeConference
LocationPortugal
Degree of RecognitionNational

Keywords

  • Sinopse
  • Género textual
  • Escrita académica
  • Escrita profissional
  • Qualidade textual